Queremos convidar você a fazer uma viagem, uma viagem mágica, por diversos países, culturas, hábitos, épocas, onde sua imaginação quiser e você se permitir...

Viajar pelas páginas de nossos livros, por vários gêneros, escritores anônimos e ilustradores e também os ilustres escritores: romances, aventuras, comédias, mistérios, épicos, auto-ajuda, poéticos, didáticos... toda leitura faz o ser humano conhecer, abranger, crescer...

Neste blog vamos divulgar, sugerir, incentivar, um espaço para interagir com você, que vai ser nosso seguidor ou dar apenas uma espiadinha, mas será sempre bem-vindo, como aquele amigo que senta para tomar um café e conversarmos sobre aquelas páginas de um livro que mais nos marcou, ou aquele que estamos lendo no momento, então fica aqui nosso convite, entre no nosso blog, tome um café, enquanto passeia pelos nossas postagens, interaja conosco sempre, estamos aqui na rede aguardando a sua chegada.


Abraços literários.


Aparecida




Vamos trocar idéias, opiniões, interagir?

Tem algum comentário ou sugestão para fazer?

Escreva para nós no e-mail: cafecomleituranarede@gmail.com


Loja Virtual

A loja virtual "Café com leitura na rede" está a todo vapor, e convidamos você a visitar nossa loja, lá lhe aguardam ótimos preços, opções para todos os gostos e um atendimento muito, muito especial e amigo.

Acesse agora mesmo:


Abraços


Equipe Café com Leitura na Rede.



quarta-feira, 2 de abril de 2014

O que são Cozy Mysteries????

                                                                                  



Cozy mysteries ou simplesmente cozies como são conhecidos, são um subgênero da ficção policial em que o sexo e a violência são minimizados, e o crime e a solução ocorrem em uma pequena comunidade.
O termo foi usado pela primeira vez no final do século 20, quando vários escritores produziram trabalhos na tentativa de recriar a Idade de Ouro da ficção policial.
Nessas histórias os detetives são quase sempre amadores, bem educados, intuitivos e muitas vezes têm empregos onde estão inseridos na comunidade, o que os coloca em contato constante com todos os moradores da região. Podem ser fornecedores, hoteleiros, bibliotecários, professores, jardineiros, chefes de cozinha ou frequentemente têm um elemento temático importante introduzido pelo hobby  que vão de palavras cruzadas, costuras e artes até temas como pesca, golfe, caminhadas, antiguidades, histórias medievais e design de interiores.
Geralmente têm um contato na polícia que lhes dá acesso à informações importantes.
São considerados pelas autoridades como intrometidos, já que bisbilhotam, perguntam, recolhem pistas e usam o sexto sentido para resolverem os casos.
Os assassinos são tipicamente racionais e articulados, o que lhes permite explicar os motivos do crime quando descobertos.
Geralmente o crime é feito por ganância, inveja ou vingança.

A soma desses personagens em séries de mistério de longa duração, cria uma sociedade de excêntricos, com ações peculiares, entre os quais o detetive se destaca por parecer a única pessoal “normal”.
O mistério geralmente ocorre numa pequena comunidade, pequena o suficiente para tornar crível que todos os personagens podem ser suspeitos e mantém relações sociais de longa data uns com os outros. O detetive é geralmente o indivíduo conhecido de todos e capaz de obter sem dificuldade dos membros da comunidade as informações que precisa.
Na narrativa encontramos ainda pelo menos um personagem secundário, bem informado, confiável que está intimamente familiarizado com a história pessoas e inter-relações de todos na cidade, e cuja capacidade de preencher os espaços em branco do quebra-cabeças permite que o detetive resolva o caso.
As fronteiras precisas do cozies são vagas, no entanto podemos considerar como limítrofes as obras de Agatha Christie com sua adorável e perspicaz protagonista Miss Marple, que apareceu em diversas obras que foram adaptadas inúmeras vezes para o cinema e para a TV.

                                                                                



Abraços Literários e até a próxima.




Nenhum comentário:

Postar um comentário