Queremos convidar você a fazer uma viagem, uma viagem mágica, por diversos países, culturas, hábitos, épocas, onde sua imaginação quiser e você se permitir...

Viajar pelas páginas de nossos livros, por vários gêneros, escritores anônimos e ilustradores e também os ilustres escritores: romances, aventuras, comédias, mistérios, épicos, auto-ajuda, poéticos, didáticos... toda leitura faz o ser humano conhecer, abranger, crescer...

Neste blog vamos divulgar, sugerir, incentivar, um espaço para interagir com você, que vai ser nosso seguidor ou dar apenas uma espiadinha, mas será sempre bem-vindo, como aquele amigo que senta para tomar um café e conversarmos sobre aquelas páginas de um livro que mais nos marcou, ou aquele que estamos lendo no momento, então fica aqui nosso convite, entre no nosso blog, tome um café, enquanto passeia pelos nossas postagens, interaja conosco sempre, estamos aqui na rede aguardando a sua chegada.


Abraços literários.


Aparecida





Vamos trocar idéias, opiniões, interagir?

Tem algum comentário ou sugestão para fazer?

Escreva para nós no e-mail: cafecomleituranarede@gmail.com



Loja Virtual

A loja virtual "Café com leitura na rede" está a todo vapor, e convidamos você a visitar nossa loja, lá lhe aguardam ótimos preços, opções para todos os gostos e um atendimento muito, muito especial e amigo.

Acesse agora mesmo:


Abraços


Equipe Café com Leitura na Rede.



quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Estive em Lisboa e lembrei de você- Livro e Filme


                                                                             


Sinopse- Luiz Ruffato, lugar de destaque na moderna narrativa brasileira, opera em Estive em Lisboa e lembrei de você um pequeno milagre narrativo, criando uma história ao mesmo tempo densa e veloz a partir das marcas linguísticas presentes na fala de seu personagem-narrador.
Na primeira parte da história, transcorrida no Brasil, acompanhamos Serginho em um malfadado casamento na sequência de uma gravidez indesejada. A partir daí casamento, emprego e a própria vontade de viver entram em perigoso colapso.
Até que alguém saca a panaceia redentora: Portugal. Lá, corre a lenda, é possível um trabalhador dedicado recompor a vida e fazer um belo pé de meia antes de retornar à terra natal. É hora, pois, de Serginho dar as costas à sua Cataguases, cortada pelo rio Pomba, em cujas águas o autor parece ter se inspirado para construir uma prosa de fluxo forte intercalado por rápidos e iluminadores flashbacks.
Livríneo da série Amores Expressos, da Companhia das Letras, que reúne histórias de amor vividas em diferentes cidades do mundo, Estive em Lisboa e lembrei de você conta a história de um homem simples que deixa o interior da Minas Gerais para tentar a vida em Lisboa.
Na obra a história é boa, mas a maneira que o autor Luiz Ruffato escolheu para a narrativa, sem respeitar a pontuação, torna a leitura um pouco cansativa.
                                                                                  


na adaptação a narrativa é apaixonante!
Uma coprodução entre Brasil e Portugal, o filme com direção de José Barahona, mais que uma adaptação é uma interpretação com elementos poéticos que unem as duas cidades e as histórias de maneira bastante interessante, respeitando e guardando aspectos de origem do documentarista.
Dividido entre as partes brasileira (essa mais curtinha onde o protagonista conhece, se apaixona e se casa no melhor estilo macarrão instantâneo, e se separa) e portuguesa (essa muitíssimo bem realizada e conduzida) tratando da realidade de milhares de brasileiros que deixam o país sem planejamento, acreditando em uma suposta vida mais fácil e próspera no exterior, mas que acabam se deparando com situações semelhantes às que viviam.
Assim nosso protagonista Serginho se torna um número na lista de imigrantes e vivencia a realidade dos estrangeiros.
São essas histórias que se cruzam na luta do dia a dia que faz com que tenhamos dimensão da falta que faz um lar para chamar de seu.
Ambas cidades nos proporcionam paisagens encantadoras e vale muito a pena a maneira sensível e reflexiva com o qual o mote faz as considerações sobre o sonho do sucesso lá fora que pode não se realizar.
E quer saber???? Tudo bem se não acontecer!

Abraços Literários e até a próxima.

12 comentários:

  1. nossa, fiquei muito curiosa, tanto pelo livro como pelo filme. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Luli, vou dar uma chance ao filme, já que a leitura é um pouco cansativa! E achei bem bacana a história se passar no interior de MG!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia a obra.

    cobaiaamiga.com

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia o livro nem o filme.
    O autor, Luiz Ruffato já tinha lido resenhas mas nunca li de verdade.
    E tenho uma resistência grande a ler autores novos e me vejo sempre procurando os antigos. Erro meu, eu sei.
    O dinheiro é curto e o espaço na Biblioteca, também.
    Então não posso errar nem desperdiçar.
    Autores novos tenho conhecido alguns em suas resenhas, Luli.
    E tem sido bom ler suas resenhas.
    Bjs,

    ResponderExcluir
  5. deve ser uma história bem gostosinha de ler!

    xoxo
    Guria do Século Passado

    ResponderExcluir
  6. Ei Luli, nãp conhecia o livro ainda, bacana o personagem ser da minha terra hahah só uma pena a leitura ficar cansativa sem o respeito a pontuação, mas tirando isso a trama me chamou atenção, quero ver o filme :D

    bjs

    Ariadne ♥
    De volta ao retrô | Instagram

    ResponderExcluir
  7. Olá, amada Luli! ☕☕
    Eu me identifico muito com os portugueses, com certeza iria amar o filme e a leitura também!
    Adoro suas dicas amiga, saio rica do seu cantinho!

    Excelente final de semana junto aos seus amados!
    Grande beijo no seu lindo ♥
    Andréa 🌷

    ResponderExcluir
  8. Não me interessei pela história não, acho que se for ver o filme ou ler o livro, durmo rapidinho, rsrs.

    Beijos e ótimo fim de semana.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir
  9. Oi Luli

    Me surpreendo com tanta dica diferente e interessante que você indica aqui no seu cantinho.
    Não tinha conhecimento ainda nem do filme ou do livro .Pela sua resenha parece uma leitura interessante apesar de ter ficado um pouco cansativa .
    Talvez eu assista ao filme

    Beijos

    Meu Mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
  10. Oi Luli,
    Vou pular o livro, mas vou procurar pelo filme.
    Beijos

    ResponderExcluir