Queremos convidar você a fazer uma viagem, uma viagem mágica, por diversos países, culturas, hábitos, épocas, onde sua imaginação quiser e você se permitir...

Viajar pelas páginas de nossos livros, por vários gêneros, escritores anônimos e ilustradores e também os ilustres escritores: romances, aventuras, comédias, mistérios, épicos, auto-ajuda, poéticos, didáticos... toda leitura faz o ser humano conhecer, abranger, crescer...

Neste blog vamos divulgar, sugerir, incentivar, um espaço para interagir com você, que vai ser nosso seguidor ou dar apenas uma espiadinha, mas será sempre bem-vindo, como aquele amigo que senta para tomar um café e conversarmos sobre aquelas páginas de um livro que mais nos marcou, ou aquele que estamos lendo no momento, então fica aqui nosso convite, entre no nosso blog, tome um café, enquanto passeia pelos nossas postagens, interaja conosco sempre, estamos aqui na rede aguardando a sua chegada.


Abraços literários.


Aparecida




Vamos trocar idéias, opiniões, interagir?

Tem algum comentário ou sugestão para fazer?

Escreva para nós no e-mail: cafecomleituranarede@gmail.com


Loja Virtual

A loja virtual "Café com leitura na rede" está a todo vapor, e convidamos você a visitar nossa loja, lá lhe aguardam ótimos preços, opções para todos os gostos e um atendimento muito, muito especial e amigo.

Acesse agora mesmo:


Abraços


Equipe Café com Leitura na Rede.



sábado, 25 de outubro de 2014

Dewey - Um Gato Entre Livros

                                                                       



A rotina da pacata cidade de Spencer, Iowa, Estados Unidos, se transforma após Dewey, um gato, ser encontrado na Biblioteca Pública. A diretora da Biblioteca, que achou o gatinho na caixa de devolução, resolve contar a história e lança o livro, Dewey, um gato entre livros. O livro escrito por Vicki Myron, com colaboração de Bret Witter é a história real de um gato que fez da biblioteca - e da cidade de Spencer- sua casa e de seus habitantes, os melhores amigos.


A capa do livro é muito fofa e a sinopse foi  amor à primeira vista. A história de um gato que foi encontrado na caixa de devolução na Biblioteca Pública de Spencer, numa manhã de inverno é fascinante.
Gatos são metódicos, mas Dewey era diferente. Como um gato, poderia entender quem realmente precisa de ajuda e conforto? Pois todo o dia Dew, pulava no colo de uma pessoa – e o escolhido se sentia com os ânimos revigorados.
Ele mudou os costumes de Spencer que na época passava por uma crise financeira e de transição, da economia agrícola para a indústria. Spencer, situada em Iowa no EUA, é uma cidade pequena, onde todos se conhecem e cada profissão é única, uma cidade progressista, mas que valoriza a qualidade e as pequenas coisas.
Não espere uma versão felina do “Marley & Eu”,  “Dewey – Um gato entre livros” conta a história de Vicki (a bibliotecária da cidade), de Judi, de Wally, de Sharon, de Cleber, de Dóris, de Kay, de Mike e tantos outros, e por fim da cidade, Spencer, alternando a narrativa entre os personagens. Conhecendo a história da autora e de sua cidade, através de pequenos fatos, conseguimos entender como este gato revolucionou a pequena cidade.
Dewey torna-se conhecido por todos, dos freqüentadores da biblioteca que espalham a novidade de um gatinho que mora junto aos livros, aos moradores de cidades vizinhas e até mesmo de outros países.
Quando foi encontrado, Dewey, já dava sinais de sua gratidão para com aqueles que o acolheram. Mesmo com as quatro patas feridas pelo frio, o gato olhou cada pessoa nos olhos, ronronou e acariciou as mãos.
“Era como se ele quisesse agradecer pessoalmente a todos que conhecia por salvar-lhe a vida.”
A cada dia, Dewey foi sendo apresentado aos frequentadores da Biblioteca. Até que uma matéria na primeira página do principal jornal da cidade, de 10 mil habitantes, sob o título: "Perfeito acréscimo ronronante à Biblioteca de Spencer", gerou polêmica entre a população local. Houve quem dissesse que a presença do gato era prejudicial à saúde enquanto outros comemoraram com alegria.
Mas, com o tempo todos se renderam ao carisma de Dewey. Desfilando entre as prateleiras, ele se tornou uma celebridade e conquistou o carinho de toda a população e, assim, a Biblioteca Pública de Spencer se tornou o ponto de encontro dos moradores, de crianças à idosos.
Todos faziam doações para os cuidados com o gato e até o Conselho Municipal se encantou com Dewewy
Segundo a autora, Dewey revolucionou a vida de todos os moradores e também o progresso da cidade.
“Em 1988, quando o Dewey chegou, era inverno e parecia que a nossa cidade estava triste. Mas, com o passar do tempo percebemos que a cidade se encheu de alegria e que Dewey inspirou até o progresso de Spencer.” 

Vicki Myron têm uma escrita sensível, emocionante e surpreendente.
Me apaixonei pela história. Amo os animais, especialmente os cachorros, nunca tive um gato, mas os considero charmosos, elegantes e simpáticos.

Super recomendado para quem quer um bom livro, um enredo interessante, uma trama ágil que prende a atenção em uma narrativa fluída.
Dewey é encantador.

Até a próxima e abraços literários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário