Queremos convidar você a fazer uma viagem, uma viagem mágica, por diversos países, culturas, hábitos, épocas, onde sua imaginação quiser e você se permitir...

Viajar pelas páginas de nossos livros, por vários gêneros, escritores anônimos e ilustradores e também os ilustres escritores: romances, aventuras, comédias, mistérios, épicos, auto-ajuda, poéticos, didáticos... toda leitura faz o ser humano conhecer, abranger, crescer...

Neste blog vamos divulgar, sugerir, incentivar, um espaço para interagir com você, que vai ser nosso seguidor ou dar apenas uma espiadinha, mas será sempre bem-vindo, como aquele amigo que senta para tomar um café e conversarmos sobre aquelas páginas de um livro que mais nos marcou, ou aquele que estamos lendo no momento, então fica aqui nosso convite, entre no nosso blog, tome um café, enquanto passeia pelos nossas postagens, interaja conosco sempre, estamos aqui na rede aguardando a sua chegada.


Abraços literários.


Aparecida




Vamos trocar idéias, opiniões, interagir?

Tem algum comentário ou sugestão para fazer?

Escreva para nós no e-mail: cafecomleituranarede@gmail.com


Loja Virtual

A loja virtual "Café com leitura na rede" está a todo vapor, e convidamos você a visitar nossa loja, lá lhe aguardam ótimos preços, opções para todos os gostos e um atendimento muito, muito especial e amigo.

Acesse agora mesmo:


Abraços


Equipe Café com Leitura na Rede.



quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

A Arte das Capas #22

                                                                              


A capa de livro é a identidade visual de uma obra literária. Uma nobre embalagem, que desperta os sentidos, desejos, sonhos e emoções, e tem muita história para contar...
                                                                              


A Arte das Capas é a coluna em que mostramos  livros e suas capas.
Bacana pra que vocês conheçam novos livros e novas capas também, já que temos  certeza que muita gente, assim como nós, adora capas de livros!
                                                                                    


Nesse mês de dezembro a obra escolhida é um dos clássicos natalinos, O Natal de Poirot de  Agatha Christie.
                                                                             


Sinopse-  Na Véspera de Natal  a reunião da família Lee é arruinada pelo barulho ensurdecedor de móveis sendo destroçados, seguido de um grito agudo e sofrido. No andar de cima, o tirânico Simeon Lee está morto, numa poça de sangue, com a garganta degolada. Mas quando Hercule Poirot, que está no vilarejo para passar o Natal com um amigo, se oferece para ajudar, depara-se com uma atmosfera não de luto, mas de suspeitas mútuas. Parece que todos tinham suas próprias razões para detestar o velho.
A história gira em torno do assassinato de Simon Lee na véspera do natal.
Sr. Lee é um velho arrogante, tirânico e muito desagradável,  que para o natal daquele ano quis que a família toda se reunisse.. Entretanto, na véspera do natal  encontram ele morto.
Logo no começo do livro conhecemos cada um dos seus filhos. Mas, além deles, outros personagens também participaram dessa reunião familiar como Pilar, filha de Jennifer Lee (filha de Simon) que está morta, e Stephen Farr, filho de um amigo de Sr. Lee.
Novamente Agatha surpreende em uma trama com o núcleo familiar aonde cada um tem um motivo para odiar a vítima. Ela consegue manipular a mente do leitor, para que em uma hora ele ache que achou o assassino e no outro ver que pode ser outro suspeito.  A cada página um segredo é revelado ou uma mentira descoberta fazendo com que a pessoa devore a história.
O final surpreendente faz desse um livro recomendado não só para quem gosta de romance policial, mas para qualquer um que queira ler algo cativante.
O Natal de Poirot é mais uma amostra da genialidade de Agatha Christie. 
                                                                             


Qual capa VCS  elegem como a favorita ????
                                                                                



Abraços Literários e até a próxima.


Nenhum comentário:

Postar um comentário