Queremos convidar você a fazer uma viagem, uma viagem mágica, por diversos países, culturas, hábitos, épocas, onde sua imaginação quiser e você se permitir...

Viajar pelas páginas de nossos livros, por vários gêneros, escritores anônimos e ilustradores e também os ilustres escritores: romances, aventuras, comédias, mistérios, épicos, auto-ajuda, poéticos, didáticos... toda leitura faz o ser humano conhecer, abranger, crescer...

Neste blog vamos divulgar, sugerir, incentivar, um espaço para interagir com você, que vai ser nosso seguidor ou dar apenas uma espiadinha, mas será sempre bem-vindo, como aquele amigo que senta para tomar um café e conversarmos sobre aquelas páginas de um livro que mais nos marcou, ou aquele que estamos lendo no momento, então fica aqui nosso convite, entre no nosso blog, tome um café, enquanto passeia pelos nossas postagens, interaja conosco sempre, estamos aqui na rede aguardando a sua chegada.


Abraços literários.


Aparecida




Vamos trocar idéias, opiniões, interagir?

Tem algum comentário ou sugestão para fazer?

Escreva para nós no e-mail: cafecomleituranarede@gmail.com


Loja Virtual

A loja virtual "Café com leitura na rede" está a todo vapor, e convidamos você a visitar nossa loja, lá lhe aguardam ótimos preços, opções para todos os gostos e um atendimento muito, muito especial e amigo.

Acesse agora mesmo:


Abraços


Equipe Café com Leitura na Rede.



sexta-feira, 8 de julho de 2016

Cine Clube #23: Procurando Dory

                                                                                   


Procurando Nemo foi um dos principais filmes produzidos pela parceria dos estúdios Disney e a Pixar. Sua estreia arrecadou quase dez vezes mais que seu custo, ocupando até hoje seu lugar dentre as dez animações mais rentáveis do cinema mundial.
No filme uma personagem muito carismática roubou a cena: Dory. A peixinha agradou tanto ao público que a Disney/Pixar decidiu dedicar um filme inteirinho a ela.
Foram 13 anos de espera e nos Estados Unidos, o filme arrecadou U$135,2 milhões no primeiro final de semana de exibição se tornando a maior estreia de todos os tempos.

Finalmente chegou o super aguardado filme "Procurando Dory”  nas telonas brasileiras!

                                                                                 


E começa com auuuunnnsss  do público, mostrando Dory ainda bebê sendo orientada por seus pais a informar seu problema de esquecimento.
Por isso diz a todos: “Oi, meu nome é Dory. Sofro de perda de memória recente”.
Em uma dessas cenas ela brincando de esconde-esconde com os pais, tem de contar até dez enquanto eles se escondem, mas, quando chega ao número quatro, ela se esquece do que estava fazendo e dispara: “Areiaaaaa ... eu gosto de areia. Areia é macia”.
O mote principal do filme é exatamente esse, as tentativas de  Dory lembrar que esqueceu de seus pais e que os procura desde quando era pequena e se perdeu deles.
A pequena pergunta para todos os peixes que encontra se eles podem ajudá-la a encontrar os pais até que sua memória não consegue mais se lembrar de que está em busca de algo. 
O encontro desajeitado dela com Marlin no primeiro filme é mostrada de uma forma nostálgica, e a partir daí, após um ano do esbarrão, é a vez de Marlin e Nemo ajudarem Dory na missão de encontrar os pais da peixinha.
Referências de Procurando Nemo, como era de se esperar, aparecem em algumas cenas, como o professor arraia, as tartarugas viajantes, o "baleiês" e a origem da música "continue a nadar”.

                                                                                 


O filme conta com vários flashbacks que mostram cada etapa da recuperação de suas lembranças.
São muitas as piadas e os personagens, assim como no filme antecessor são muito bem construídos.
O longa ainda apresenta novos personagens marcantes, como Hank, o polvo briguento que esconde alguns truques nos tentáculos que vão encantar os espectadores; Destiny, a tubarão baleia míope e a beluga  Bailey, que está convencida de que possui uma deficiência em seu sonar biológico.
A  história repleta de aventura e lições  de autoconhecimento mostra a evolução da nossa queridinha que amadurece  a cada conquista que realiza durante o filme, e que com a ajuda de suas amizades e da lembrança de seus pais passa a confiar em si mesma e notamos um avanço em sua memória de médio a longo prazo.
O filme  não difere muito da original, nesse tudo é visto pela perspectiva da peixinha,
dessa vez invertendo os papéis da trama inicial, fazendo com que Dory – antes coadjuvante em uma trama estrelada por Marlin e Nemo – conquistasse o papel de protagonista.
Visualmente pouca coisa foi modificada. Os minutos iniciais do longa são  para apresentar parte do filme e introduzir dentro do universo da animação os novos espectadores.
Se no primeiro ela era a responsável pela parte cômica aqui ela continua com seu jeito descontraído e engraçado.
As cenas de ações se tornaram mais escassas e os diálogos mais longos, voltados aos problemas de memória de Dory ou casos familiares, porém costurado com momentos de comédia se torna agradável.
A produção e fotografia de "Procurando Dory”  impressionam, se o primeiro já era bem trabalhado em 2003, contudo, essa continuação possui cenas quase reais, o filme se mostra intensamente visual, com paisagens submarinas de tirar o fôlego e uma descrição do fundo do mar exemplar.
A trilha sonora super casa com a trama, trazendo intensidade para algumas cenas e emoção para outras na medida exata.
Uma experiência sensacional,  e como disse a Dory:  inesquecível.

É uma animação para os adultos.
Claro que as crianças irão gostar de Procurando Dory, mas o grande investimento da Disney foi a nostalgia e essa só os que assistiram Nemo anos atrás sentirão.
O roteiro funciona, mesmo os mais insensíveis dificilmente conseguirão resistir a bebê Dory.
Divertido, reafirma os valores da amizade e perseverança de 13 anos atrás e como todo filme da Pixar traz algumas surpresas no cenário.
Uma overdose de fofurice que agrada a toda família.

Vale lembrar no final do filme aos filhos, sobrinhos, afilhados, netos e a si mesmo da importância da proteção ambiental e conservação do meio ambiente.


Recomendadíssimo.

Abraços Literários e até a próxima.


6 comentários:

  1. tenho vontade de ver, mas não estou muito empolgada. quem sabe quando chegar na tv a cabo. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Oi Luli!
    Adorei a dica e já que vc recomenda, é claro que vou querer ver!
    Nesse caso não vai ter cafezinho e nem prosa, só vai ter pipoca kkkk

    Bjssss amiga e uma semana de alegrias e abençoada p/vcs

    ResponderExcluir
  3. Estou curiosa em ver essa animação. Amei o primeiro Procurando Nemo.
    big beijos
    http://www.luluonthesky.com/

    ResponderExcluir
  4. Que vontade que me deu de assistir esse filme agora!

    Bjokas da Vaci :*
    http://blogpapodeesmalte.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu estou louca para ver esse filme Luli, mas ainda não me sobrou tempo livre, eu vi o primeiro que eu amei, agora quero ver esse!

    Bjos
    Minda ❤ 😍

    ResponderExcluir