Queremos convidar você a fazer uma viagem, uma viagem mágica, por diversos países, culturas, hábitos, épocas, onde sua imaginação quiser e você se permitir...

Viajar pelas páginas de nossos livros, por vários gêneros, escritores anônimos e ilustradores e também os ilustres escritores: romances, aventuras, comédias, mistérios, épicos, auto-ajuda, poéticos, didáticos... toda leitura faz o ser humano conhecer, abranger, crescer...

Neste blog vamos divulgar, sugerir, incentivar, um espaço para interagir com você, que vai ser nosso seguidor ou dar apenas uma espiadinha, mas será sempre bem-vindo, como aquele amigo que senta para tomar um café e conversarmos sobre aquelas páginas de um livro que mais nos marcou, ou aquele que estamos lendo no momento, então fica aqui nosso convite, entre no nosso blog, tome um café, enquanto passeia pelos nossas postagens, interaja conosco sempre, estamos aqui na rede aguardando a sua chegada.


Abraços literários.


Aparecida




Vamos trocar idéias, opiniões, interagir?

Tem algum comentário ou sugestão para fazer?

Escreva para nós no e-mail: cafecomleituranarede@gmail.com


Loja Virtual

A loja virtual "Café com leitura na rede" está a todo vapor, e convidamos você a visitar nossa loja, lá lhe aguardam ótimos preços, opções para todos os gostos e um atendimento muito, muito especial e amigo.

Acesse agora mesmo:


Abraços


Equipe Café com Leitura na Rede.



sábado, 26 de novembro de 2016

Passarinha-

                                                                               



Sinopse: No mundo de Caitlin tudo é preto ou branco. As coisas são boas ou más. Qualquer coisa no meio do caminho é confuso. Essa é a máxima que o irmão mais velho de Caitlin sempre repetiu. Mas agora Devon está morto e o pai não está ajudando em nada. Caitlin quer ajudar o pai – a si mesma e a todos a sua volta -, mas sendo uma menina de dez anos de idade, com Síndrome de Asperger, ela não sabe como lidar com isso. Quando ela lê a definição de desfecho no dicionário, ela percebe que é o que ela e seu pai precisam. Em sua busca por ele, Caitlin descobre que nem tudo é preto ou branco: o mundo está cheio de cores, confuso e bonito.” 


Caitlin é uma menina de 10 anos, inteligente, perspicaz, educada e com síndrome de Asperger (um transtorno do espectro autista que se diferencia do autismo clássico por ser uma forma mais leve da síndrome) que precisa lidar com a perda de seu irmão, Devon, e suas próprias dificuldades.
O irmão era quem melhor a compreendia, lhe ensinava habilidades comportamentais úteis e a ajudava a compreender o mundo.
Mas ele foi morto em um tiroteio na escola onde estudava.
Depois do “dia em que tudo desmoronou”  Caitlin precisa lidar sozinha, com a ausência do irmão, a tristeza do pai e a vida.
Na escola, mesmo com sessões diárias com a orientadora, a Sra Brooks, que tenta ajudá-la, Caitlin tem dificuldades em se relacionar,  sofre bullying por parte dos outros alunos e preconceito até dos professores que querem que ela viva conforme os “padrões”, mas ninguém tenta compreender que apesar das percepções diferentes, seus sentimentos são iguais aos de todo mundo.
 Curioso é a interpretação de como Caitlin lida com isso: na maior parte das vezes parece não se importar com o que os outros pensam e descreve a rejeição como um fato simples e sem importância, porém  o leitor sente a empatia com a protagonista, acentuada pela narração em primeira pessoa (assim sendo apresentando uma leveza sem igual e profundos significados) e se coloca no lugar dela enxergando o mundo com seus olhos.
Essa premissa é muito importante já que é um livro para se colocar no lugar do outro,  faz a gente sair da zona de conforto.
Durante a leitura a terapeuta de Caitlin, tenta fazê-la desenvolver sua empatia, mas  todos nós precisamos desenvolver essa “ferramenta”.  Quantas vezes  realmente nos colocamos no lugar dos outros? Tentamos entender seus sentimentos?
Caitlin tem dificuldade em lidar com as emoções e, portanto, tem reações que, para quem vê de fora do contexto parecem inusitadas, mas fazem sentido, quando compreendemos os seus porquês.
Tudo parece simples  aos seus olhos,  não faz rodeios e não diz o que não quer dizer.
Ela nos convida a “captar o sentido” (expressão que usa para dizer que entendeu algo) do mundo pela perspectiva de uma criança com Asperger.
Você vai sorrir com seus pensamentos práticos e chorar com suas tristezas.
Mas a síndrome não define Caitlin. Ela é uma personagem vibrante, cheia de personalidade, vívida, talentosa, especialmente para desenhar, e inteligentíssima.
Seu livro preferido é o Dicionário. Sua busca pelo significado é uma pequena aventura, tocante, cheia de sensibilidade e ternura. Quando descobre a palavra desfecho, entende que é disso que ela e seu pai precisam após o que aconteceu a Devon.
A leitura é uma imersão.
Você vibra e torce por ela, sente o que ela sente (a tal da empatia), sente intensamente e se emociona na medida exata.
No início do livro há nota de tradução da Editora Valentina, “Passarinha”  é um romance de símbolos, impossíveis de traduzir fielmente para o português. 
 O livro fala do filme O sol nasce para todos, (filme favorito de Caitlin e Devon) que se traduzido literalmente  seria Matar Passarinho.
As pouquíssimas vírgulas e os diálogos não sinalizados por travessões ou aspas simbolizam os pensamentos rápidos da protagonista, no estilo  Caitlin, de narrar.

A trama trata de assuntos como preconceito, falta de compreensão, amadurecimento e luto de forma simples e eficaz.  
A narrativa é clara, objetiva, e os capítulos curtos com temas pré-definidos ajudam a leitura a fluir ao mesmo tempo em que convidam a refletir.
É um daqueles livros de premissa simples e delicada, também é um daqueles livros que fazem você perceber o mundo de uma forma diferente, que fazem mudar o modo de pensar.
E que todo mundo deveria ler.


Recomendadíssimo.


Abraços Literários e até a próxima.


30 comentários:

  1. Lido diáriamente no trabalho com meninos com asperger e não conhecia este livro, fiquei mesmo muito interessada!
    Beijinho e bom fim de semana!!
    http://asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Que indicação maravilhosa, é um aprendizado para nós, saber lidar e ajudar quem tem essa síndrome!

    Beijos!

    EsmaltadasdaPatyDomingues

    ResponderExcluir

  3. Oii!
    Sou louca para ler esse livro, já li algumas resenhas e todo mundo fala a mesma coisa. Esse é um daqueles livros que todo mundo deveria ler.

    Beijos - Refúgio da Ju

    ResponderExcluir
  4. Gostei da indicação do livro é um apredizado para nós. Obrigada pela visita 😘borboletando-emtudo.blogspot.

    ResponderExcluir
  5. Hello, querida Luli!
    Estou aqui emocionada com a sinopse, esse tipo de livro
    é que todos nós deveríamos ler, lição de vida.
    Eu tenho um sobrinho especial, não tem como não ler essas
    histórias e não emocionar.

    Obrigada pelos comentários carinhosos no meu blog, você tem
    luz e é muito abençoada!

    Abençoado final de semana, fique na paz de Jesus!
    Bjoos no seu ♥
    Andréa

    ResponderExcluir
  6. Amigaaaaaaaaa, cheguei (só que ainda não kkkk)
    Agora é sério:
    Eu tive que fazer uma obra de emergência aqui por causa de um vazamento, aí resolvemos pintar logo tudo. O problema é que uma coisa puxa outra e o resultado é uma DINHA super cansada. Ainda não terminou a arrumação, mas hoje já deu p/dar uma chegadinha por aqui p/matar a saudade e desejar uma semana linda e abençoada p/vcs.
    Bjssss amiga e super obrigada pelo seu carinho

    ResponderExcluir
  7. Parece bom esse livro.
    Big Beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  8. Sua resenha ficou incrível, parece que esta é uma história e tanto. Amei demais! Um super beijo, Blog Minuto de Bobeira

    ResponderExcluir
  9. Oi Luli, tudo bom?

    Que resenha maravilhosa, me deu vontade de entrar nesse livro e tê-lo neste momento. Adoro obras que fazem o leitor imergir completamente na história e sair dela sentindo tudo que o autor quis passar.
    Com toda certeza entrará para a minha listinha de desejados!!!

    Beijos,

    Gnoma Leitora

    ResponderExcluir
  10. Hello ! just an invitation to join us on "Directory Blogspot" to make your blog in 200 Countries
    Register in comments: blog name; blog address; and country
    All entries will receive awards for your blog
    cordially
    Chris
    http://world-directory-sweetmelody.blogspot.com/
    ****************
    Olá! só um convite para se juntar a nós em "Directório Blogspot" para fazer o seu blog em 200 países
    Registre-se em comentários: nome do blog; endereço do blog; e do país
    Todas as entradas receberão prêmios para o seu blog
    cordialmente
    Chris
    http://world-directory-sweetmelody.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Parece ser um livro muito bonito!
    Fiquei curiosa!
    Bjoo

    Tiemi
    RoseBoxBlog

    ResponderExcluir
  12. Que maravilhoso o livro, bom ler livros que abortem esses temas, é uma lição e um aprendizado pra todos, gostei da sua sugestão de livro, Luli bjs.
    http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Quando os livros possuem capítulos curtos, me atrai bastante.
    Essa leitura me pareceu bastante triste,não?
    As vezes, livros assim de superação nos dão grandes lições né? Vou procurar pra ver se consigo baixar para ler.
    Beijinhos ❤
    Blog Ale Canofre
    YouTube
    Visite a minha loja!

    ResponderExcluir
  14. Oi Luli, bt!
    Vim p/o café e a prosa que vc como ótima amiga me ofereceu. Hummmmmm, muito delicoso! kkkk
    Bjsss amiga e mais uma vez obrigada pelo carinho

    ResponderExcluir
  15. OOOOOOOI LULI

    eu realmente não acredito que vi esse livro a preço de banana nas americanas e não trouxe pra casa --'
    como não trazia sinopse na capa, fiquei com medo de que fosse algo muito nada a ver comigo e não dei nem chance pela imagem. AI POXA, que sinopse incrível :( dá pra voltar no tempo e trazer pra casa? ._. HAHAH

    beijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
  16. Oi, Luli!

    Aquela linha me surpreendeu, porque realmente funciona! ;)

    Bom saber da sua opinião. Acho que vou acabar vendo o filme primeiro!

    Não conhecia essa síndrome. Me parece mesmo ser uma leitura incrível! Ainda mais que a história nos faz sentir como a personagem. E também por trazer um momento reflexivo diante de assuntos que estão tão presentes na vida real!

    Ótima segunda!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  17. Oie Luli!!!
    Que resenha mais fofa!
    Lidar com pessoas com transtornos diversos é realmente difícil mesmo, temos experiências em sala de aula, e muitas vezes ao ensinar as crianças como se comportar na sociedade, desenvolvemos o nosso lado com o aprendizado também. Gostei muito.

    Beijooooo

    ResponderExcluir
  18. Hello, minha linda!
    Tenha uma semana cheia de paz e luz!
    Bjoos no seu ♥
    Andréa ♥

    ResponderExcluir
  19. Resenha maravilhosa, obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  20. Já quero devorar esse livro, bela indicação!
    Estou seguindo seu blog, se puder retribuir agradeço.

    Diamante Turquesa
    Instagram

    ResponderExcluir
  21. Oie, tudo bem? Achei lindo demais, parabéns!
    Beijos
    daniellaalessandra.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Não conhecia esse livro, gostei da capa.. me chamou muita atenção. Adorei a indicação, quero ler! *---*

    Beijos
    http://www.blahoestraich.com.br

    ResponderExcluir
  23. Eu queria ter combrado o livro nessa BF


    Abraços...

    http://blogmichaelvasconcelos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Olá Luli
    Uma ótima história para ler, fiquei
    com vontade de ler mesmo sabendo que não tenho tempo, gostei da resenha.
    Bjs

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oi Luli, bn!
    Menina, e eu que não sabia que as tortinhas falavam, fui lá saber pq elas te chamaram e não me chamaram. Então agora já sabe que somos 3 a prosear né? kkkkk
    Bjssss amiga e uma linda noite aí p/vcs

    ResponderExcluir
  26. Pela sua resenha, esse livro é um pouco parecido com o livro O que me faz pular, já leu? Ele também tem autismo.
    As características do personagem é bem parecido com os que vc citou na resenha, ainda vou ler esse livro, livros assim nos faz refletir sobre tantas coisas né, bjus...

    ResponderExcluir