Queremos convidar você a fazer uma viagem, uma viagem mágica, por diversos países, culturas, hábitos, épocas, onde sua imaginação quiser e você se permitir...

Viajar pelas páginas de nossos livros, por vários gêneros, escritores anônimos e ilustradores e também os ilustres escritores: romances, aventuras, comédias, mistérios, épicos, auto-ajuda, poéticos, didáticos... toda leitura faz o ser humano conhecer, abranger, crescer...

Neste blog vamos divulgar, sugerir, incentivar, um espaço para interagir com você, que vai ser nosso seguidor ou dar apenas uma espiadinha, mas será sempre bem-vindo, como aquele amigo que senta para tomar um café e conversarmos sobre aquelas páginas de um livro que mais nos marcou, ou aquele que estamos lendo no momento, então fica aqui nosso convite, entre no nosso blog, tome um café, enquanto passeia pelos nossas postagens, interaja conosco sempre, estamos aqui na rede aguardando a sua chegada.


Abraços literários.


Aparecida




Vamos trocar idéias, opiniões, interagir?

Tem algum comentário ou sugestão para fazer?

Escreva para nós no e-mail: cafecomleituranarede@gmail.com


Loja Virtual

A loja virtual "Café com leitura na rede" está a todo vapor, e convidamos você a visitar nossa loja, lá lhe aguardam ótimos preços, opções para todos os gostos e um atendimento muito, muito especial e amigo.

Acesse agora mesmo:


Abraços


Equipe Café com Leitura na Rede.



segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

A Garota do Calendário-

                                                                              



Mania da literatura erótica “suave”  a escritora americana Audrey Carlan, com a série “A Garota do Calendário”  virou best-seller.
Considerada “gênero menor”  a literatura erótica tem obtido considerável sucesso, devido as cenas de sexo e sensualidade explícitas.

O que eu posso dizer sobre a série?
Alguma coisa como mais do mesmo.
Para começar que plot é esse???? Blééé!

Sinopse- Ela precisava de dinheiro. E nem sabia que gostava tanto de sexo. Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota
(seu ex-namorado) que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida.
Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser...

Essa deveria ser a resenha mais fácil que já escrevi uma vez que não há muito o que dizer, mas se tornou uma das mais difíceis :/
Até porque todo mundo amou e quando ganhei os livros pensei: eeebbbbaaa!
Mas sou do contra e sorry, não gostei da leitura :/
Não que seja ruim, é que é rasa, tipo assim, difícil ler literatura erótica, infelizmente não acrescentam, não agregam, se perdem pelo meio do caminho e não vão dar em lugar nenhum.
Vamos lá pessoas lindas, se derem uma olhadinha na sinopse do primeiro livro a resenha seria mais ou menos assim: sexo e festas, festas e sexo.
E um clima de romance entre Mia e Wes.
Nos livros seguintes, ela tem seus “peguetes” assim como ele, e Wes aparece em  outros livros da série, aham já entenderam né?????
Ela “não é” uma garota de programa, “é” uma acompanhante que recebe 100 mil dólares mensais e seus acompanhantes (clientes divos, sarados e ricos) se tornam seus melhores amigos do tipo que a tiram de enrascadas.
Em alguns livros ela se envolve com os clientes, em outros ela banca o cupido, no mês de junho (seis meses se passaram até que a nossa protagonista descobre que a vida fácil não é tãooooo fácil assim) ela sofre um trauma e no final, bom o final é o esperado.
Nenhuma surpresa, ou talvez sim,  já que esperar uma surpresa que você sabe que não vai acontecer é uma forma de surpreender-se.
Os elementos são mais ou menos interessantes, mas nem um pouco elaborados.
Romance rápido, superficial e clichê.
Livros com menos de 150 páginas.
Sinceramente não eram necessários doze livros, unzinho com umas 300 páginas e  doze(já que se trata de um calendário) capítulos seria (mais do que) suficiente.
Ah lembrei de uma coisa bacana. No final há um epílogo.
Siiiiim eu gosto de epílogos, tipo, o que estão fazendo, onde estão todos agora, o que aconteceu com fulano e fulana???
Viu é só procurar com carinho que a gente sempre encontra uma coisa boa para se dizer!


Em janeiro, Mia vai conhecer Wes, um roteirista de Malibu que vai deixá-la em êxtase. Com seus olhos verdes e físico de surfista, Wes promete a ela noites de sexo inesquecível — desde que ela não se apaixone por ele.

                                                                              


Em fevereiro, Mia vai passar o mês em Seattle com Alec Dubois, um excêntrico artista francês. No papel de musa, ela vai embarcar em uma jornada de descobertas sexuais e lições sobre o amor e a vida que permanecerão com ela para sempre.

                                                                                 


Mia vai passar o mês de março em Chicago com o empresário Anthony Fasano, que a contrata para fingir ser noiva dele. A princípio Mia não entende por que um homem tão lindo e másculo precisa de uma falsa noiva.

                                                                              


O cliente de abril é o astro do beisebol Mason Murphy, de Boston, que precisa de Mia a seu lado para melhorar sua imagem com os patrocinadores. Mason não está acostumado a ouvir “não” de mulher alguma, e Mia vai representar o desafio supremo para ele.

                                                                             


Em maio, Mia vai trabalhar como modelo no Havaí, onde conhecerá Tai, um dos homens mais impressionantes que ela já viu. Com ele, Mia vai descobrir que o prazer não tem limites — e que ela deve aproveitar absolutamente tudo o que a vida tem a oferecer.

                                                                              


Mia vai passar o mês de junho em Washington com Warren, um coroa rico que precisa de uma mulher a seu lado para tratar com políticos e investidores. O acordo entre eles não envolve sexo — já com Aaron, o filho de seu cliente, Mia não pode garantir.

                                                                               


Em julho, Mia estará em Miami para ser a estrela principal do novo videoclipe do cantor de hip-hop Anton Santiago. Anton é lindo, confiante e está louco por Mia, mas, para ficar com ele, ela terá de resolver algumas questões do passado.

                                                                               


Agosto virá com uma tarefa diferente para Mia: ir a Dallas fingir ser irmã do jovem magnata e caubói Max. Mia sabe que sua contratação tem a ver com os negócios de Max, mas nunca poderia imaginar o que está prestes a acontecer.

                                                                              


Em setembro, Mia será obrigada a dar o cano no cliente do mês, pois um problema urgente de família exige sua atenção. Ela vai voltar para Las Vegas e ficar cara a cara com o passado, num reencontro que pode reabrir feridas antigas.

                                                                           


Outubro virá com um sopro de novidade para Mia. Agora que as coisas estão quase todas resolvidas em sua vida, ela pode se estabelecer com o homem que ama e dar uma nova direção para sua carreira.

                                                                              


Em novembro, Mia viajará novamente para Nova York por motivos profissionais, mas dessa vez o trabalho é diferente. Ela precisará entrar em contato com celebridades — sorte dela que alguns dos amigos que fez em sua jornada estão prontos para ajudá-la.

                                                                                 


Em dezembro, Mia irá a Aspen, a estação de esqui mais celebrada pelos americanos endinheirados. Um homem misterioso pagou uma bolada para que ela fosse até lá. E o que Mia vai encontrar nas montanhas geladas vai mudar sua vida para sempre.


Já que não há muito o que dizer dos livros vamos escolher qual vestido é o mais bonito?
Eu gostei do vestido de novembro, e vocês??????

Quanto à recomendar ou não, há muita subjetividade envolvida, o que uns detestam, outros adoram.
E aí  já leram algum livro da série???
Gostam do gênero????
Se gostam eu recomendo “Peça-me o que quiser” da escritora espanhola Megan Maxwell, uma trilogia que mescla na medida exata sexo e romance e algumas das capas mais lindas que já vi.
Agora se gostam de séries looooongas, recomendo Irmandade da Adaga Negra (IAN) é uma das minhas séries favoritas, apesar de que se fosse hoje não entraria numa de 14 livros, mas as narrativas são beeeem bacanudas!


Abraços Literários e até a próxima! 


16 comentários:

  1. Luli vou te falar sinceramente... desde que li aquela bosta (sim, pra mim é uma bosta) de 50 tons de cinza, nenhum tipo de literatura erótica me pega mais.

    Prefiro ler meus romancezinhos água com açúcar da Zíbia Gasparetto kkkk.

    Beijo !!

    | O Blog Que Não é Blog |

    | Julinha e os Vídeos - Canal do Youtube |

    | Cadastre-se no Clixsense e Ganhe por Clicar em Links |

    ResponderExcluir
  2. Oi Luli
    Nunca me interessei por literatura erótica
    E depois de ler sua resenha tão sincera e tão bem humorada aí é que não vou ler mesmo. Nem os vestidos da protagonista me cativaram rsrsrs
    Uma semana maravilhosa minha querida
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu acho que compreendo sua opinião. Eu pelo menos gosto de livros que acrescentem algo na gente e quando você diz que a leitura é rasa imaginei, que você deve ter considerado o livro apenas como passatempo. Será que é isso? Tenha uma semana abençoada, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    paisagemdejanela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Luli, tudo bem?

    Respondendo a sua pergunta, não sei se gosto do gênero. Ultimamente tenho lido bastante coisas do gênero e me surpreendido com a qualidade, pois não caem nessa de ser raso e sem uma história por trás para ampara-los.
    Quanto a série, acho que esta foi a crítica mais dura que li e adorei os pontos que você citou. Eu tenho os dois primeiros livros, mas sempre acabo receosa em decidir se lerei ou não nesse momento... Ah, quantos aos vestidos o de novembro foi o que menos gostei hahaha

    Beijos,

    Gnoma Leitora

    ResponderExcluir
  5. Essa série de livros é super comentada, morro de vontade de ler! Deve ser muito boa mesmo. Amei sua resenha, Luli. Uma ótima semana! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  6. Nem sabia que essa série era erótica. Já não me interessava em ler, agora com sua resenha que não quero mesmo.

    Beijos/Xoxo.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fan Page Coisitas e Coisinhas
    Instagram

    ResponderExcluir
  7. Oie Luli!
    Não tenho curiosidade para ler essa série, acho que em algum momento a autora deve se perder, sei lá...

    Beijoooo

    ResponderExcluir
  8. já li até setembro, e de fato literatura erótica não acrescenta em nada, é mais para entretê-la , um passa tempo, afinal são poucas páginas. de todos os que já li dessa série o que mais gostei foi do mês de janeiro, a partir de junho achei que a autora perdeu um pouco o rumo da história. porém já li livros desse gênero bem mais piores. mas adorei a sua opinião sincera e isso é que vale. beijos Luli

    Taynara Mello
    www.indicarlivros.com

    ResponderExcluir
  9. Acho que estou bem por fora, pois ainda não tinha escutado falar. Achei interessante, vou tentar conhecer o primeiro pra ver se curto.

    Beijos
    Mari Dahrug
    http://www.rabiskos.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Hello, minha querida Luli!
    Essa seleção de livros me fez lembar da coleção da Pollyanna, deu saudade. Esses que você nos proporciona devem serem interessantes, gostei da resenha!

    Beijinhos, ótima semana ♥

    ResponderExcluir
  12. Olá Luli
    Não gosto deste tipo de leitura, mas os vestidos, vc perguntou qual deles eu gostei, te falo todos.

    Bjs

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  13. Já ouvi falar desses livros, mas não gosto desse tipo de literatura.
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  14. OI LULI

    meu vestido preferido é o de agosto! HAHAHAHAHAH
    eu já ouvi falar exatamente o que você disse sobre essa coleção: que os livros são rasos, mais do mesmo e que um livro seria o suficiente pra concluir a história.
    Tenho vontade de dar uma lida (afinal, sou geminiana curiosa e que dou chance a tudo pra ter a minha opinião pra dar), mas não compraria. Se ganhasse ou pegasse emprestado, quem sabe né?

    beeeeeeijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
  15. Eu gostei do vestido de Setembro.
    Fico na dúvida se adquiro ou não a série.
    As críticas são meio à meio, bem relativas.
    mas quem sabe.
    Amei a resenha, bjocas flor.

    ResponderExcluir