Queremos convidar você a fazer uma viagem, uma viagem mágica, por diversos países, culturas, hábitos, épocas, onde sua imaginação quiser e você se permitir...

Viajar pelas páginas de nossos livros, por vários gêneros, escritores anônimos e ilustradores e também os ilustres escritores: romances, aventuras, comédias, mistérios, épicos, auto-ajuda, poéticos, didáticos... toda leitura faz o ser humano conhecer, abranger, crescer...

Neste blog vamos divulgar, sugerir, incentivar, um espaço para interagir com você, que vai ser nosso seguidor ou dar apenas uma espiadinha, mas será sempre bem-vindo, como aquele amigo que senta para tomar um café e conversarmos sobre aquelas páginas de um livro que mais nos marcou, ou aquele que estamos lendo no momento, então fica aqui nosso convite, entre no nosso blog, tome um café, enquanto passeia pelos nossas postagens, interaja conosco sempre, estamos aqui na rede aguardando a sua chegada.


Abraços literários.


Aparecida




Vamos trocar idéias, opiniões, interagir?

Tem algum comentário ou sugestão para fazer?

Escreva para nós no e-mail: cafecomleituranarede@gmail.com


Loja Virtual

A loja virtual "Café com leitura na rede" está a todo vapor, e convidamos você a visitar nossa loja, lá lhe aguardam ótimos preços, opções para todos os gostos e um atendimento muito, muito especial e amigo.

Acesse agora mesmo:


Abraços


Equipe Café com Leitura na Rede.



sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Cine Clube #33: Dunkirk

                                                                                     


Dunkirk retrata a evacuação de soldados ingleses de uma zona cercada por alemães na Segunda Guerra Mundial, enaltecendo três diferentes formas de sobreviver a essa batalha específica que garantiu a vida de muitos soldados. É um filme de guerra por excelência, mas sem o tom crítico.
Já faz algum tempo que Nolan vem sendo apontado como um dos autores do industrial cinema americano (produção em escala), sendo comparado (com algum exagero) a Kubrick e Spielberg. Longe da exaltação é necessário entender como o cineasta pensa Dunkirk e do que é constituído esse cinema de Nolan que transborda nesse longa.
Se Nolan remete aos filmes do final da década de 40, Dunkirk é um longa baseado em preceitos básicos do cinema. Em um primeiro momento, a obra parece destituir o cinema do diretor, filmes eloquentes, pretensiosos e complexos. Aqui, até mesmo em sua duração, o projeto se apresenta como uma obra mais concisa que busca ser direta nas ideias que apresenta.
É um filme sobre esforços, sobre como a sobrevivência é uma guerra diária, inglória e sem nenhuma arma. O filme traz homens despidos de qualquer esperança que apenas podem resistir. Nesse jogo, todos os trajetos e atalhos são permitidos, a missão não é por um país ou objetivo e sim por se manter humano, seja lá o que isso signifique.

                                                                                      


É abordada a questão na guerra como uma luta incessante, num movimento insistente contra a morte, os personagens praticamente não possuem nomes, são soldados tentando sair do local.
Como em qualquer filme de guerra, aqui não se trata de uma filosofia ou psicologia, mas de tensão e do ritmo frenético da fuga. Dunkirk assume a máxima do cinema narrativo que consiste na participação do público cujo objetivo é j fazer com que o espectador experimente o que é estar encurralado no local.
Essa identificação é o plot do filme colocando a audiência nos convés dos navios, nos cockpits dos aviões e nas caminhadas na praia encurralada.
Para que isso seja alcançado são utilizados três elementos cinematográficos básicos: a montagem paralela, a música e a fotografia. A primeira colocando lado a lado três histórias que ocorrem quase ao mesmo tempo e que sempre estão num mesmo ponto narrativo – se uma está no clímax, a outra também estará. A montagem paralela é a base do filme isso acontece mostrando um controle absoluto da narrativa, unindo períodos de tempo diferente em uma mesma linha narrativa – a trajetória de um personagem é de uma semana, a do outro um dia e do terceiro de apenas uma hora, mas fazem com que haja um tempo único em Dunkirk. O segundo ponto traz a música como forma de conduzir seu espectador a uma tensão crescente. E o terceiro, a fotografia, aqui entra como um elemento que transforma toda ação em algo extremamente realista colocando suas câmeras acopladas nos atores e máquinas.
Nolan tem obsessão pela singularidade e uma leitura em que Dunkirk seria o estilo do diretor de maneira simplista é equivocada. Há sempre, nesses três pontos, uma motivação em se distanciar do “mais do mesmo”.
Ás vezes nas frases simples e na gramática básica do cinema gênero é dito muito sem dizer quase nada.
Quer mais motivos para assistir??????
                                                                     


É um filme de guerra diferente de qualquer outro que vocês já tenham assistido, tem Kenneth Branagh, Harry Stiles (éééééé o do One Direction) e Tom Hardy, dá para arriscar a estatueta do Oscar na direção/roteiro de Nolan e trilha sonora de Hans Zimmer e tem best-seller recém-lançado pela Harper Collins.
Sinopse do livro : Em 1940, no porto francês da cidade de Dunkirk, 300 mil tropas Aliadas foram salvas da destruição pelas mãos da Alemanha Nazista em uma extraordinária evacuação pelo mar. Esta é a história de soldados, marinheiros, pilotos e civis envolvidos no resgate de 90 dias que se tornou uma lenda. Agora, a história que o primeiro-ministro britânico Winston Churchill descreveu como um “milagre” é narrada pelo autor best-seller Joshua Levine, incluindo entrevistas com veteranos e sobreviventes. Contada do ponto de vista de quem estava na terra, no ar e no mar, o livro “Dunkirk” é um relato dramático da derrota que levou à vitória da guerra e preservou a liberdade de gerações por vir.

Recomendadíssimo.
Abraços Literários e até a próxima.




24 comentários:

  1. olha, nem vou ler em detalhes pq quero muito, mas muito ver. foi elogiadíssimo no ano passado. considerado o melhor filme do ano por vários. qd eu ver venho aqui e leio letrinha por letrinha. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Você só com resenhas tops né Luli ? Caramba, meu pai ia adorar esse filme. E, com certeza, ele ia me fazer sentar junto com ele na sala pra ver também hehe.

    Beijoo !

    | O Blog Que Não é Blog |

    | O Blog Que Não é Blog - Instagram |

    | Cores das Amigas - Instagram |

    ResponderExcluir
  3. Eu lembro que quando lançou esse filme eu estava louca para ver, mas o tempo passou eu não vi e acabei perdendo a vontade, e com sua resenha não sei se irei assistir, eu gosto de alguns filmes com clima de guerra mas cada diretor tem sua forma de retratar a guerra de uma forma, então não sei se Dunkirk será o estilo de filme que irá me encantar!
    Beijos <3

    Estante Clássica

    ResponderExcluir
  4. Que ótimo esse filme filmes que falam sobre guerra são bem interessantes,pois falam de como são a guerra, como as pessoas vivem em meio a guerra, gostei muito da resenha, ainda não tinha ouvido falar do filme, bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderExcluir
  5. No primeiro motivo já me convenceu haha, Luli você fez uma ótima descrição do filme, fiquei mega curiosa e já anotei a dica. Parabéns :D

    https://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia nem o livro nem o filme. Não sou grande fã de filmes de guerra, mas tem uns que achei mt bons, como Fury - Corações de Ferro [se não viu, está para chegar no netflix] e Aliados [ambos serem do Brad Pitt seria coincidência? kkkk]. Esse Dunkirk parece ser bom, sua resenha me deixou bem curiosa, ainda mais que tem o Kenneth. E não sabia que o Harry tinha virado ator.

    Beijos/Kisses.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir
  7. Recomendadíssimo com razão, Luli. Achei a proposta muito interessante. Parece um ótimo roteiro. bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi, Luli!

    Não tá fácil... Penso que se tivesse me planejado mais agora as coisas estariam melhores! Mas tô indo. Tentando não pirar, porém indo! ;)

    Ai, não sei o que achar do filme! Acredito que não escolheria ele pra ver se não tivesse lido a sua resenha. Ainda assim, não é o tipo de história que me prende, sabe? Na verdade, nada de guerra me chama a atenção. Mas o aspecto musical é algo que me deixa curiosa! É normalmente o que mais presto atenção em filmes. Surpreendente saber que o cara do One Direction é um dos atores! hahaha!

    Ótimo sábado!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  9. Estou louca para vê esse filme baseado num acontecimento verdadeiro.
    Mas ainda não está "free" na TV de assinatura.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Luli!

    Aquele esmalte é realmente uma graça! A durabilidade é amor também. Não encontrei defeitos naquele lindo!

    Ótimo sábado!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  11. Oi Luli, eu amei o filme e vê-lo no cinema é uma experiência incrível! Super torço inclusive pra ganhar o Oscar!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  12. Oi Luli,
    Ainda não vi esse filme, mas eu quero muito assistir, porque quero fazer a maratona para o Oscar. ;)
    Beijos
    estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Świetny post <3 bardzo mi się podoba :* oraz super blog :) obserwuję i zostaję tu na dłużej :D zapraszam http://mysterious-natalia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Ainda não vi esse filme nem li o livro, estão na minha wishlist! =)

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  15. Não sou fã de filmes de guerra, mas esse parece uma ótima pedida


    Beijos!

    EsmaltadasdaPatyDomingues

    ResponderExcluir
  16. Luli, estou doooida para assistir a esse filme, adoro o tema!
    Fiquei mais ainda depois da sua resenha!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  17. Bom dia, querida Luli! ☕ 🍞
    Não gosto de filme de guerra, mas pela resenha é um ótimo filme e ainda tem suspense.

    Excelente semana junto a sua família!
    Beijinhos no seu ♥
    Andréa

    ResponderExcluir
  18. Oi Luli! Gostei de saber que embora seja um filme de guerra, um tema que é muito abordado no cinema, ele seja diferenciado. Entrou sem dúvidas na minha lista. Tenha um ótimo dia, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    paisagemdejanela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oiee Lulii,
    Tudo bem?

    Ainda não assisti ao filme, mas gostei da indicação. Vou assistir com o meu pai, pois gosta muito.

    Um beijo,

    My Pure Style x My Instagram x My Facebook 

    ResponderExcluir
  20. gosto de filmes de guerra!
    já vou procurar pra assistir!

    xoxo
    Guria do Século Passado

    ResponderExcluir
  21. Não curto muito filmes de guerra, vi poucos.
    Big Beijos,
    LULU ON THE SKY

    ResponderExcluir
  22. Oi Luli!
    Esses filmes que se passam nos períodos de guerra são bem intensos.O interessante é que cada um mostra um lado diferente da guerra,com abordagens diversas,o que acaba nos dando um panorama mais geral.Isso sem falar na quantidade de sentimentos que eles nos trazem.
    Já anotado pra ver depois!
    Beijos!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oi Lulyy, queria ter a inteligência para resenhar filmes amiga, mas me perco na organização dos fatos kkk, nos livros também me perco, porém acho mais fácil, preciso assistir esse pois amo filmes e livros que se passam na guerra, amei a indicação, bjus.

    ResponderExcluir
  24. :O :O
    Confesso que mesmo não gostando de filmes neste estilo (por causa do sofrimento e tensão), fiquei curiosa pela boa matéria que trouxe seu post.
    Ainda não conhecia mais este episódio da história e pela descrição do diretor, parece ser muito bem contada. O livro? Dizer o quê... hummm... dúvidas se vai para a lista ou não... Ai Jesus!!!

    Muuuuuuuuuuuuuuito obrigada pelo carinho com o ateliê da Caverna Real. Minha humilde morada tem estilo colonial e gosto muito das janelas. As portas estão precisando de help, mas será, como tudo, devagar e sempre.
    Obrigada pelo carinho com os Anjinhos. Eles e as Caixinhas de Costura em Tecido são os maiores sucessos da Lojinha Poções de Arte.

    E como estão suas leituras? Muitos planos para este ano?

    Abraços hiper mega ultra super esmagados em você, que é uma pessoa fofoluda demais!!! :D
    Feliz dia!

    ResponderExcluir