Queremos convidar você a fazer uma viagem, uma viagem mágica, por diversos países, culturas, hábitos, épocas, onde sua imaginação quiser e você se permitir...

Viajar pelas páginas de nossos livros, por vários gêneros, escritores anônimos e ilustradores e também os ilustres escritores: romances, aventuras, comédias, mistérios, épicos, auto-ajuda, poéticos, didáticos... toda leitura faz o ser humano conhecer, abranger, crescer...

Neste blog vamos divulgar, sugerir, incentivar, um espaço para interagir com você, que vai ser nosso seguidor ou dar apenas uma espiadinha, mas será sempre bem-vindo, como aquele amigo que senta para tomar um café e conversarmos sobre aquelas páginas de um livro que mais nos marcou, ou aquele que estamos lendo no momento, então fica aqui nosso convite, entre no nosso blog, tome um café, enquanto passeia pelos nossas postagens, interaja conosco sempre, estamos aqui na rede aguardando a sua chegada.


Abraços literários.


Aparecida




Vamos trocar idéias, opiniões, interagir?

Tem algum comentário ou sugestão para fazer?

Escreva para nós no e-mail: cafecomleituranarede@gmail.com


Loja Virtual

A loja virtual "Café com leitura na rede" está a todo vapor, e convidamos você a visitar nossa loja, lá lhe aguardam ótimos preços, opções para todos os gostos e um atendimento muito, muito especial e amigo.

Acesse agora mesmo:


Abraços


Equipe Café com Leitura na Rede.



sexta-feira, 22 de novembro de 2013

A Improvável Jornada de Harold Fry-

                                                                                 




Em A Improvável Jornada de Harold Fry, acompanhamos a peregrinação do aposentado Harold, ao longo da Inglaterra, numa tentativa desesperada de salvar uma vida. Uma jornada incerta, com resultados inesperados.

         
                                                                               



A gente tem que acreditar. É o que eu penso.  A gente tem que acreditar que a pessoa pode melhorar. Tem tanta coisa na mente humana que a gente não entende. Mas sabe se a gente tem fé, pode fazer qualquer coisa. (Pág. 18)

O trecho acima foi determinante para Harold Fry começar a sua jornada.
A vida de Harold Fry toma um rumo totalmente novo quando, numa manhã, ele recebe uma carta de Queenie Hennessy, antiga amiga, que ele não vê há mais de vinte anos, dizendo que está doente em estado terminal.
Decidido a dar a Queenie uma resposta, Harold saí de casa rumo à uma caixa de correio. Ele passa pela primeira caixa de correio, a segunda, a terceira, e sem saber o porquê, não consegue parar. Até que resolve, de súbito, sem avisar a ninguém, que caminhará ao encontro da velha amiga, que se encontra do outro lado da Inglaterra, na esperança de que enquanto ele caminhar, ela permanecerá viva. Começa aí a peregrinação de Harold Fry. Apenas com a roupa do corpo, sem preparo nem planejamento,  ele parte em sua improvável jornada, deixando para trás sua casa e sua esposa. Assim Harold vive uma jornada dentro de si mesmo, revisitando antigos traumas, medos, conflitos, erros, culpas e fantasmas do passado.
Ele passa por inúmeros lugares, conhece todo tipo de gente, As pessoas que cruzam o caminho de Harold durante sua jornada sempre possuem algo para acrescentar, “doam” um pouco de si mesmos, um ensinamento, compartilhando coisas que são proveitosas, e me fazem pensar em quantas vezes vivemos tão apressados que não percebemos o que está a nossa volta!
Cada parada que Harold Fry faz é uma lição que aprende, principalmente com as pessoas que encontra, e isso é interessantíssimo no livro.
No inicio não sabemos bem o porquê dele caminhar para tentar salvar Queenie, se eles tiveram um caso, se ele esta apaixonado por ela...mas tudo no tempo certo é explicado.
Existe vários "mistérios" na história que serão contados no decorrer dessa caminhada.
Harald vive situações impensáveis, enfrenta seus temores e encara a própria escuridão, numa viagem que acaba transformando a própria vida, e onde ele encontra, enfim, sua redenção em um novo caminho, um recomeço!


                                                                             

O mais encantador nesse livro é o poder da mudança e superação. Fiquei pensando durante a leitura, como a autora pôde juntar tantos elementos e tantas lições de vida num mesmo livro.
Uma história emocionante, cativante e sensível em um livro comovente que nos leva à uma peregrinação pela alma humana, que nos apresenta as diversas formas de sentimentos como em um leque, todos abertos para quem quiser explora. E é realmente possível se ver refletindo sobre a própria vida e as escolhas que fazemos e o que deixamos de fazer, seja por medo ou por simples e puro comodismo naquela que denominamos zona de conforto.

Rachel Joyce teve uma sensibilidade imensa ao criar seus personagens, tão peculiares e com histórias individuais tão complexas. E também teve a delicadeza de, através de Harold, nos fazer lembrar de que sempre podemos nos lançar na nossa própria jornada, e que tudo fica mais tolerável quando levamos conosco apenas o essencial, sem bagagens e pesos desnecessários. Tudo o que precisamos, está dentro de nós mesmos. A peregrinação vale a pena.


                                                                              


                                                
Eu gostei bastante da capa, a revisão está excelente e diagramação do livro é um encanto!!
As páginas estão recheadas de imagens com textos fofos como os que inseri nesse post!
Para aqueles que estão buscando uma história reflexiva esse livro vai agradar em cheio!


Até a próxima e abraços literários!
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário