Queremos convidar você a fazer uma viagem, uma viagem mágica, por diversos países, culturas, hábitos, épocas, onde sua imaginação quiser e você se permitir...

Viajar pelas páginas de nossos livros, por vários gêneros, escritores anônimos e ilustradores e também os ilustres escritores: romances, aventuras, comédias, mistérios, épicos, auto-ajuda, poéticos, didáticos... toda leitura faz o ser humano conhecer, abranger, crescer...

Neste blog vamos divulgar, sugerir, incentivar, um espaço para interagir com você, que vai ser nosso seguidor ou dar apenas uma espiadinha, mas será sempre bem-vindo, como aquele amigo que senta para tomar um café e conversarmos sobre aquelas páginas de um livro que mais nos marcou, ou aquele que estamos lendo no momento, então fica aqui nosso convite, entre no nosso blog, tome um café, enquanto passeia pelos nossas postagens, interaja conosco sempre, estamos aqui na rede aguardando a sua chegada.


Abraços literários.


Aparecida




Vamos trocar idéias, opiniões, interagir?

Tem algum comentário ou sugestão para fazer?

Escreva para nós no e-mail: cafecomleituranarede@gmail.com


Loja Virtual

A loja virtual "Café com leitura na rede" está a todo vapor, e convidamos você a visitar nossa loja, lá lhe aguardam ótimos preços, opções para todos os gostos e um atendimento muito, muito especial e amigo.

Acesse agora mesmo:


Abraços


Equipe Café com Leitura na Rede.



terça-feira, 30 de setembro de 2014

A Arte das Capas #12

                                                                         
 

A capa de livro é a identidade visual de uma obra literária. Uma nobre embalagem, que desperta os sentidos, desejos, sonhos e emoções, e tem muita história para contar...
A Arte das Capas é a coluna em que mostramos  livros e suas capas.
Bacana pra que vocês conheçam novos livros e novas capas também, já que temos  certeza que muita gente, assim como nós, adora capas de livros!
Nesse mês de setembro nós trazemos esse que é um livro encantador e absolutamente recomendado, pelo qual eu sou completamente apaixonada e que é um dos meus favoritos, Esposa 22, de Melanie Gideon.

                                                                       




 Sinopse- Alice e William Buckle se casaram apaixonados. Mas, dois filhos e quase vinte anos depois, Alice está entediada. Por isso, quando recebe um convite por e-mail para participar de uma pesquisa on-line sobre casamentos, ela aceita num impulso. Respondendo às perguntas enviadas por um pesquisador anônimo e carismático (Pesquisador 101), Alice (Esposa 22) tem a oportunidade de reexaminar a história do próprio relacionamento.

                                                                           



Cativante, interessante e espirituoso, Esposa 22 chama a atenção pela linda capa lilás e uma boca em forma de coração.
Mas é muito mais do que uma linda capa. É uma deliciosa, instigante e bacanérrima comédia romântica contemporânea, um chick lit de alta qualidade, sem dúvida um dos meus favoritos, me fez parar o mundo e devorar cada página.
Um retrato fiel de como a internet (e suas inúmeras redes sociais) se tornou algo imprescindível para a maioria das pessoas, nos dias atuais.
Quantos perfis públicos você tem? E anônimos?
Qual a sua relação com o Google? Já pensou sobre isso? Com tantos tópicos comuns a todos nós, o mote do livro é bastante interessante.
E apesar do título, não é só dedicado às casadas, mas a todas nós que vivemos nesse mundo maluco.
Para quem é casado e tem filhos, irá se identificar imediatamente com toda a dubiedade de sentimentos da protagonista. Porém, quem não viveu essa experiência ainda, terá um perfeito panorama das responsabilidades que o casamento e a criação dos filhos exigem.
O conjunto dos temas e a dinâmica da leitura fazem de Esposa 22 um livro maravilhoso.

                                                                          



Alice Buckle é uma mulher de quarenta e quatro anos, vinte anos de casada, dois filhos adolescentes, um perfil assíduo no Facebook, um no twitter, um email e um celular inseparável, sem contar as frequentes visitas ao site de pesquisa do Google, itens de total apego e necessidade constante. 
Entre uma clicada e outra, Alice resolve pesquisar no Google sobre felicidade no casamento e dias depois recebe em sua caixa de span, uma solicitação para participar de uma pesquisa sobre o assunto, pela qual ela receberá no final, mil dólares.
Ela é então encaminhada a um endereço eletrônico com o pseudônimo de Esposa 22, e lhe foi designado um pesquisador sob o pseudônimo de Pesquisador 101.
Devidamente cadastrada, ela começa a receber as perguntas e enviar as respostas. Com o tempo, e as interações entre o questionário, as respostas e as dúvidas, a Esposa 22 se apaixona pelo Pesquisador 101, e o Pesquisador 101 também se apaixona pela Esposa 22.
Paralelo a obsessão que se transformou essa pesquisa e protegida sob a sua identidade secreta, Alice tem uma vida bem atribulada. Seu marido, William Buckle, perde o emprego e surgem inesperados problemas com seus dois filhos adolescentes, o que a faz refletir sobre o seu casamento e a vida em família.
Uma divertida leitura que aborda além dessa desenfreada dependência da internet, o acesso com toda e qualquer pessoa, o anonimato e exposição nas redes sociais, também trata assuntos complexos como homossexualismo e uso de drogas. Vale ressaltar a diagramação do livro, bem variada.
A narrativa é sob a perspectiva de Alice, personagem muito bem construída, divertida, bem humorada, que cativa o leitor, e marcada pelo excessivo uso de diálogo e pouca descrição. Como se estivéssemos lendo uma peça teatral. Aliás, Alice é professora de teatro. Desta forma a leitura criativa flui numa dinâmica sem freios. 
Alice é uma personagem tão palpável, que em muitos momentos parecia que eu era sua amiga, tomando um café e ouvindo sua história.   
Além das mensagens de e-mails trocadas entre Alice e o pesquisador 101, temos acesso as atualizações do seu facebook, e também suas pesquisas pelo Google. Este formato, cria uma atmosfera tão agradável, que as páginas passam voando.
Um ponto positivo é a consistência de todos os personagens, graças aos diálogos espirituosos e envolventes,
e as cenas enxutas e diretas. A autora dessa forma consegue construir um enredo grandioso, atual e original. Seus personagens possuem sentimentos reais e críveis, de forma que o leitor consegue criar uma identificação imediata com todos.Os personagens secundários são absolutamente apaixonantes e muitas vezes roubam a cena encantadoramente.

                                                                        


O pesquisador 101 designado a lhe fazer as perguntas, é um simpático homem, que se mostra sensível e atencioso. Os dois acabam criando perfis no facebook, para se comunicarem mais abertamente, e é justamente quando tudo se torna um jogo perigoso.
Alice está cada vez mais viciada em se comunicar com o misterioso pesquisador 101, e enquanto revela detalhes minuciosos de sua vida conjugal, sente que não sabe nada sobre ele.

“ (...) Eu nem preciso olhar pela janela para ver como está o clima. Posso ter a previsão do tempo todas as manhãs, enviada diretamente para o meu laptop. Existe coisa melhor?

Cordialmente, Esposa 22.

(...)Existe: ser pego de surpresa pela chuva.

Tudo de bom,

Pesquisador 101.”



O pesquisador 101 é apaixonante. Suas mensagens, sua percepção sobre os sentimentos de Alice, e especialmente o seu modo de ler nas entrelinhas, são altamente irresistíveis, motivo pelo qual não dá para culpar Alice por não resistir aos seus encantos.

Esposa 22: Essa é a sua mão na foto do seu perfil?

Pesquisador 101: É

Esposa 22: Por que você postou uma foto da sua mão?

Pesquisador 101: Por que eu queria que você a imaginasse na sua nuca.”


Mais do que mostrar o desgaste causado pelos anos de casamento, o livro traça um paralelo sobre as consequências de sermos tão apegados as redes sociais, como se fosse extremamente necessário expor nossas vidas e rotinas, a fim de sentirmos que nossas experiências são reais.
Será que a acessibilidade é tão essencial assim em nossas vidas?

Leitura mais do que recomendada.

                                                                       



Agora o que nós queremos saber é: Qual dessas capas é a sua favorita?????

Abraços Literários e até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário