Queremos convidar você a fazer uma viagem, uma viagem mágica, por diversos países, culturas, hábitos, épocas, onde sua imaginação quiser e você se permitir...

Viajar pelas páginas de nossos livros, por vários gêneros, escritores anônimos e ilustradores e também os ilustres escritores: romances, aventuras, comédias, mistérios, épicos, auto-ajuda, poéticos, didáticos... toda leitura faz o ser humano conhecer, abranger, crescer...

Neste blog vamos divulgar, sugerir, incentivar, um espaço para interagir com você, que vai ser nosso seguidor ou dar apenas uma espiadinha, mas será sempre bem-vindo, como aquele amigo que senta para tomar um café e conversarmos sobre aquelas páginas de um livro que mais nos marcou, ou aquele que estamos lendo no momento, então fica aqui nosso convite, entre no nosso blog, tome um café, enquanto passeia pelos nossas postagens, interaja conosco sempre, estamos aqui na rede aguardando a sua chegada.


Abraços literários.


Aparecida




Vamos trocar idéias, opiniões, interagir?

Tem algum comentário ou sugestão para fazer?

Escreva para nós no e-mail: cafecomleituranarede@gmail.com


Loja Virtual

A loja virtual "Café com leitura na rede" está a todo vapor, e convidamos você a visitar nossa loja, lá lhe aguardam ótimos preços, opções para todos os gostos e um atendimento muito, muito especial e amigo.

Acesse agora mesmo:


Abraços


Equipe Café com Leitura na Rede.



sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Trem noturno para Lisboa-

                                                                          



Trem noturno para Lisboa, vendeu 2 milhões e meio de exemplares desde que foi publicado em 2004 e se tornou fenômeno editorial na Europa.

                                                                       



O livro/filme  sugere  que tanto os herdeiros dos torturadores, quanto os torturados, sofrem ao remexer nesse passado de más lembranças. Ambos têm dramas pessoais a serem revistos, remorsos ou arrependimentos que teimam em não sair da memória mesmo com o passar do tempo. Alguns já morreram, outros estão envelhecidos, mas mesmo seus descendentes também sofrem ao saber da história pessoal dos seus avós tão queridos.
É o caso da jovem mulher que o professor Gregorius impede de se jogar de uma ponte, na chuvosa Berna, Suíça.
A história trata da mudança brusca na vida do professor de línguas clássicas Raimund Gregorius, que deixa a universidade, a casa e a sua vida em Berna para pegar o Trem noturno para Lisboa e conhecer a cidade, através do olhar do médico Amadeu Almeida Prado, escritor português, cuja obra conheceu ao ficar com o livro de sua autoria que estava no bolso da mulher quase suicida.
Apenas com a  roupa do corpo e um cartão de crédito internacional!
Em terras portuguesas, o protagonista inicia uma busca pelo passado de Amadeu, entrevistando os personagens do livro. Descobre uma história de amor, amizade, paixão, conflitos, traições, disputas e agitações políticas que aterrorizaram a população durante a ditadura fascista de Salazar
Em sua viagem encontra pessoas que ficaram marcadas por seu relacionamento com esse homem excepcional, que o conheceram como médico, poeta ou combatente da ditadura.
O entrelaçamento entre as histórias pessoais e a história política portuguesa é envolvente. A quase-suicida acaba se revelando como neta do “Carniceiro de Lisboa”. O impulso de se jogar da ponte em Berna ocorreu após ter lido a denúncia de quem era, de fato, seu avô. Ela lembrava apenas das cenas carinhosas de um avô com a netinha e desconhecia que era o maior torturador do regime ditatorial.
No papel de narrador da história  para os próprios protagonistas, Gregorius resgata sua autoestima, para isso foi também necessário reencontrar o amor através da sobrinha de um velho militante “aprisionado” pela família em asilo de velhos, depois de anos passados nos cárceres da ditadura.
É arrebatador  imaginar as ruas dessa cidade histórica. Fiquei pensando em como seria se alguém acompanhasse algum autor paulistano desconhecido nas suas andanças por São Paulo.
Se fôssemos até onde o autor morou, conversássemos com seus parentes vivos, para saber mais obre ele.
Um filme/livro interessante, um road trip magnífico, intenso, cativante, com personagens bem construídos e instigantes.

Super vale a pena conferir, acreditem o tom é de intimidade e nada didático.
Recomendadíssimo.

Abraços Literários.


Nenhum comentário:

Postar um comentário