Queremos convidar você a fazer uma viagem, uma viagem mágica, por diversos países, culturas, hábitos, épocas, onde sua imaginação quiser e você se permitir...

Viajar pelas páginas de nossos livros, por vários gêneros, escritores anônimos e ilustradores e também os ilustres escritores: romances, aventuras, comédias, mistérios, épicos, auto-ajuda, poéticos, didáticos... toda leitura faz o ser humano conhecer, abranger, crescer...

Neste blog vamos divulgar, sugerir, incentivar, um espaço para interagir com você, que vai ser nosso seguidor ou dar apenas uma espiadinha, mas será sempre bem-vindo, como aquele amigo que senta para tomar um café e conversarmos sobre aquelas páginas de um livro que mais nos marcou, ou aquele que estamos lendo no momento, então fica aqui nosso convite, entre no nosso blog, tome um café, enquanto passeia pelos nossas postagens, interaja conosco sempre, estamos aqui na rede aguardando a sua chegada.


Abraços literários.


Aparecida




Vamos trocar idéias, opiniões, interagir?

Tem algum comentário ou sugestão para fazer?

Escreva para nós no e-mail: cafecomleituranarede@gmail.com


Loja Virtual

A loja virtual "Café com leitura na rede" está a todo vapor, e convidamos você a visitar nossa loja, lá lhe aguardam ótimos preços, opções para todos os gostos e um atendimento muito, muito especial e amigo.

Acesse agora mesmo:


Abraços


Equipe Café com Leitura na Rede.



quarta-feira, 1 de julho de 2015

Se você acordasse no cenário do último livro que leu, onde você estaria?

                                                                             



Achei bem interessante essa tag do mundinho literário que está correndo na web e quero compartilhar com vocês uma das minhas leituras favoritas que é Jardim de Inverno de Kristin Hannah, uma excelente leitura para esses dias frios de inverno especialmente por proporcionar um mergulho ao interior do nosso eu mais profundo e escalar a montanha mais alta de nós mesmos.
O cenário do livro é um conto de fadas da literatura moderna.

                                                                             



Na gelada Leningrado da Segunda Guerra Mundial quando o ar cheira a flores e a noite é tão curta quanto  bater das asas de uma borboleta, no período em que o céu está de um azul real pontilhado de estrelas.
E no Alaska que nos presenteia com as cores da aurora boreal onde o perfume das rosas dos jardins adocicam o cheiro salgado do oceano.
E tudo isso em em casinhas que mais parecem de contos de fadas!



Abraços Literários e até a próxima.


Nenhum comentário:

Postar um comentário