Queremos convidar você a fazer uma viagem, uma viagem mágica, por diversos países, culturas, hábitos, épocas, onde sua imaginação quiser e você se permitir...

Viajar pelas páginas de nossos livros, por vários gêneros, escritores anônimos e ilustradores e também os ilustres escritores: romances, aventuras, comédias, mistérios, épicos, auto-ajuda, poéticos, didáticos... toda leitura faz o ser humano conhecer, abranger, crescer...

Neste blog vamos divulgar, sugerir, incentivar, um espaço para interagir com você, que vai ser nosso seguidor ou dar apenas uma espiadinha, mas será sempre bem-vindo, como aquele amigo que senta para tomar um café e conversarmos sobre aquelas páginas de um livro que mais nos marcou, ou aquele que estamos lendo no momento, então fica aqui nosso convite, entre no nosso blog, tome um café, enquanto passeia pelos nossas postagens, interaja conosco sempre, estamos aqui na rede aguardando a sua chegada.


Abraços literários.


Aparecida




Vamos trocar idéias, opiniões, interagir?

Tem algum comentário ou sugestão para fazer?

Escreva para nós no e-mail: cafecomleituranarede@gmail.com


Loja Virtual

A loja virtual "Café com leitura na rede" está a todo vapor, e convidamos você a visitar nossa loja, lá lhe aguardam ótimos preços, opções para todos os gostos e um atendimento muito, muito especial e amigo.

Acesse agora mesmo:


Abraços


Equipe Café com Leitura na Rede.



segunda-feira, 10 de julho de 2017

A Arte das Capas #33: Por Lugares Incríveis-

                                                                                 
Capa Nacional


Sinopse: Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.

                                                                                

Americana

                                                                                

 Portugal

                                                                                 

 Suécia



Alemanha

                                                                                

Espanha

                                                                               

Sérvia

                                                                                   

Rússia

É verdade que o  livro conquista pela capa, mas além do  trabalho visual também te ganha já na primeira página,  não te deixa ir dormir até você  terminar o capítulo, faz sorrir e chorar simultaneamente.
Confesso tinha minhas dúvidas por ser um drama. O mercado literário está cheio de dramas pré-fabricados com a mesma fórmula.
Porém a autora apresenta uma obra imprevisível, assim como os protagonistas.
Por Lugares Incríveis, que pode ser considerado um "road book", conta a história de Theodore Finch e Violet Markey, dois jovens com tendências suicidas que acabam encontrando um no outro a vontade de viver. 
Parece clichê. Mas não é!
Leitura reflexiva faz pensar sobre conceitos como amizade, família, escola e vida.
Os personagens são cativantes! 
Conhecemos Violet e Finch ao mesmo tempo em que ambos se conhecem na torre do sino do colégio, ambos pensando se vale a pena tirar a própria vida.
Por incrível que pareça o livro não é triste, pelo contrário é uma narrativa alegre graças ao Finch que com sua péssima reputação no colégio e apesar de viver uma bagunça consegue ser engraçado e feliz.
Violet mora na casa perfeita, tem uma família exemplar e  era muito feliz até perder a irmã  num acidente de carro. Ela se sente solitária, incompreendida, triste e culpada por ter sobrevivido ao acidente.
Tudo isso é muito complexo quando se tem dezessete anos, e é isso que nossos protagonistas enfrentam todos os dias. Às vezes não é o pai, a mãe, o amigo nem o terapeuta que pode te ajudar, mas quem está com o coração tão machucado quanto o seu e assim compreender cada pedacinho da sua dor.
No livro temos a  narração alternada entre Violet e Finch o que eu gosto muito já que dá para acompanhar e entender os pensamentos de ambos os protagonistas.
Ambos se unem para realizar um trabalho de geografia: ir em dois lugares que nunca foram do seu estado e descrever porque eles são marcantes.  Ao invés de dois, temos mais de vinte localidades que Finch e Violet foram e deixaram um pouquinho de cada um por onde andaram.
Abordar temas delicados e importantes como depressão, transtornos bipolares e tendências suicidas não é fácil e a autora conseguiu transbordar das páginas do livro a atmosfera em que vive os personagens e ainda questionar com sensibilidade.
Confesso que desidratei de chorar em algumas partes da leitura, mas Por Lugares Incríveis é uma das melhores leituras até agora.

“ Não preciso me preocupar com o fato de Finch e eu não termos filmado nossas andanças. 
Tudo bem não termos recolhido lembranças nem tido tempo de organizar tudo de um jeito que fizesse sentido pra outra pessoa.
O que percebo agora é que o que importa não é o que a gente leva, mas o que a gente deixa.”

Uma excelente obra  para os adolescentes e para leitores de todas as idades que com sua narrativa poética trata de assuntos polêmicos e sobre  valorizar (e aproveitar) a vida.

Esse livro é uma indicação da Cecy do blog Mundo Literário da Cecy.
Vcs conferem a resenha dela (aqui).
Obrigada Cecy por ter me apresentado esse livro incrível.

Eu ameeeei a capa nacional por que faz menção ao "road book", mas também gostei da americana, a portuguesa, a sueca e a sérvia, por fazerem referência aos nomes dos personagens, a flor violeta e o pássaro Finch <3
E vcs fofis qual a capa favorita ????

Abraços Literários e até a próxima.



35 comentários:

  1. Não é por ser do meu país mas gosto da capa portuguesa :P Tomei nota da recomendação!!
    Beijinho
    http://asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. muito legais as capas. gostei muito mesmo das duas primeiras. a de portugal e suécia tb. e a da sérvia. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  3. Oi Luli, bd!
    Achei as capas lindíssimas e pela sinopse é um ótimo livro. Mais um p/minha listinha.
    Bjsss amiga e uma ótima semana p/vcs

    ResponderExcluir
  4. A capa nacional foi a que mais curti! E fiquei super curiosa com esse livro!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  5. A nossa capa portuguesa está muito bonita, mas a vossa ainda está mais, gosto muito =)

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  6. Lindas as capas... só não curti muito a ultima. Prefiro sempre as capas desenhadas ou montadas às capas de fotos de rostos de pessoas.

    Beijo Luli lindona !

    | O Blog Que Não é Blog |

    | Julinha e os Vídeos - Canal do Youtube |

    | NeoBux - Aprenda a Fazer Mini Trabalhos e ganhe em Dólar |

    ResponderExcluir
  7. Olá, minha querida Luli!
    Amei todas as capas, principalmente a nacional!
    A resenha é top, obrigada pela partilha!

    Desejo que a sua semana seja maravilhosa junto a sua família!
    Beijos no seu ♥
    Andréa

    ResponderExcluir
  8. Lindas capas, mas amei a da Espanha! Gostaria de ler!

    www.coisasdepriscila.com
    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Amei demais os livros que você selecionou, as capas realmente atraem. Compraria só por elas! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  10. OOOOOOOOI

    esse é mais um dos livros que tá na minha listinha de QUERO LER< sabia? essa sinopse traz a sensação de que a gente pode tirar grandes lições dessa leitura e, ainda assim, ser muito divertido.
    É engraçado também perceber que dependendo da cultura a capa muda totalmente, né? gosto desses seus posts!

    beijo
    www.beinghellz.com.br

    ResponderExcluir
  11. Adorei as recomendações de leituras deste post, beijos!

    ResponderExcluir
  12. Que boas dicas, hein. Parece muito bom. E a capa é só um dos elementos que conquistam. Bjssss

    ResponderExcluir
  13. Quanta nostalgia senti ao ver essas pecinhas na capa! brinquei muito com elas quando era criança. Acho que o tema abordado no livro é bem interessante, quanto mais pessoas ficarem por dentro, melhor. Tenha um dia abençoado, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    paisagemdejanela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Todas as capas são lindas, mas a minha preferida ainda é a capa americana.

    Beijos,
    * Blog PS Amo Leitura *

    ResponderExcluir
  15. Oi, Luli!

    Aquela cor tem brilho, mas ao mesmo tempo é discreta, né?! É um tom encantador! ;D

    De começo, lendo a sinopse, achei mesmo que era mais um clichê triste. Mas com a sua descrição essa impressão mudou! Adoro quando a obra é imprevisível. Só que bato naquela tecla de que estou em um momento difícil da minha vida e por isso qualquer história que faça chorar seria complicada de ler! hahaha! Quanto as capas, a minha favorita sem dúvida é a nacional.

    Ótima terça!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  16. OOi quero muito ler por lugares incríveis, a capa é linda ><.
    Beijos boa semana
    http://bellapagina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Luli, sua linda, e não é que viceeu mesmo?

    Só de ver a capa do livro na descrição da sua postagem já me deu vontade de chorar, como eu disse várias vezes, foi o melhor é o pior livro que li no ano passado. Fiquei completamente desidratada e não consigo falar nele sem ficar com os olhos marejados. Os personagens são adoráveis, a narrativa é adorável e meu gato ganhou como nome para si o sobrenome do protagonista.

    Eu amo as capas do Brasil e a americana. A brasileira por ter os bloquinhos que eu tinha quando era pequena e me remeter à infância, já a americana tem muito sentido: a flor, o pássaro e os post-it. Amo esse livro!

    E a autora está pedindo auxílio do público para selecionar o ator que fará o Finch. Eu já dei muito minha opinião, espero que seja válida, hahahahahah. Mas, não vou assistir, não aguentaria.
    Vixiii, que comentário enoooormeee...

    Beijoooo

    ResponderExcluir
  18. A nossa capa é a + bonita!

    A história parece ser bem bonita, mas eu não leria não. Drama d+ pra mim, rs.

    Beijos.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir
  19. Olá!!!!
    Nossa quanto tempo que não passava por aqui, mas agora eu voltei!!! E estou mais do que feliz com isso!
    opa! Não conhecia mas já deixei anotadinho aqui.
    Cada capa mais linda do que a outra! Amei

    Bjus
    Taty
    Na Casa dos Abrantes
    Canal

    ResponderExcluir
  20. Oi Luli! A capa brasileira é muito bonita e só leio críticas positivas desse livro, fico feliz em saber que não é um simples clichê!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  21. Que capas maravilhosas.
    Ótimas dicas.
    Beijos.
    http://vinteedoisdemaio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Luli as capas são lindas, a história é fascinante, muito bom conhecer livro assim como esse, gostei muito da sua indicação, Luli bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderExcluir
  23. Olá Luly,

    Eu sei que tem um filme deste livro!! Você já assistiu ao filme?

    Gostei de todas as capas, achei bem originais.

    Um beijo,

    My Pure Style x My Instagram x My Facebook 

    ResponderExcluir
  24. As capas são lindas Luly
    Principalmente as capas de Portugal
    Mega fofaaaa

    Beijos

    hhttps://monasecretsblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oi Luli!
    A nossa capa é a mais bonita,mas gostei bastante da capa americana também.
    Esse livro é um dos meus queridinhos,me fez ficar fã da Jennifer Niven.Ela escreve sobre um assunto tão pesado,tão reflexivo de uma forma tão leve,tão viciante,que quando a gente vê,estamos na última página.
    Acho que você pode gostar do outro livro dela também o Juntando Os Pedaços :D
    Adorei a resenha!!!
    Beijos!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. a história parece ser ótima!
    achei linda a capa nacional e a americana! :p

    xoxo
    Guria do Século Passado

    ResponderExcluir
  27. Sim, me apaixono por capas.
    Mas só compro pelo preço. Infelizmente.
    Sei que as capas tem todo um trabalho de artista, mas o $$ anda sempre curto.
    Para compensar, costumo escrever (email) para os autores, elogiando, parabenizando.

    ResponderExcluir
  28. Eu sou a louca que compro pela capa, na recente promoção que teve comprei dois livros pela capa, nem sei se prestam, outro eu comprei pela cor, minha estante só tem mais livros preto e branco, anda muito dark ultimamente, então eu comprei uns coloridos para alegrar.Bjocasss Luly.

    ResponderExcluir
  29. Ah, e eu gostei mais da capa da Servia e da Rússia.bjim

    ResponderExcluir