Queremos convidar você a fazer uma viagem, uma viagem mágica, por diversos países, culturas, hábitos, épocas, onde sua imaginação quiser e você se permitir...

Viajar pelas páginas de nossos livros, por vários gêneros, escritores anônimos e ilustradores e também os ilustres escritores: romances, aventuras, comédias, mistérios, épicos, auto-ajuda, poéticos, didáticos... toda leitura faz o ser humano conhecer, abranger, crescer...

Neste blog vamos divulgar, sugerir, incentivar, um espaço para interagir com você, que vai ser nosso seguidor ou dar apenas uma espiadinha, mas será sempre bem-vindo, como aquele amigo que senta para tomar um café e conversarmos sobre aquelas páginas de um livro que mais nos marcou, ou aquele que estamos lendo no momento, então fica aqui nosso convite, entre no nosso blog, tome um café, enquanto passeia pelos nossas postagens, interaja conosco sempre, estamos aqui na rede aguardando a sua chegada.


Abraços literários.


Aparecida




Vamos trocar idéias, opiniões, interagir?

Tem algum comentário ou sugestão para fazer?

Escreva para nós no e-mail: cafecomleituranarede@gmail.com


Loja Virtual

A loja virtual "Café com leitura na rede" está a todo vapor, e convidamos você a visitar nossa loja, lá lhe aguardam ótimos preços, opções para todos os gostos e um atendimento muito, muito especial e amigo.

Acesse agora mesmo:


Abraços


Equipe Café com Leitura na Rede.



segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Minissérie- Entre Irmãs

                                                                                      


Ano Novo: 12 capítulos com 365 folhas em branco para vocês escreverem o que quiserem!
Saúde, paz, amor, sucesso, amizade, prosperidade, respeito, tolerância, fé, esperança e finais felizes <3
Feliz Ano Todo para todos e vamos ao primeiro post de 2018 \0/

                                                                               

Das relações entre os moradores na pequena cidade onde a história começa até o mundo aristocrático e de aparências da capital, Entre Irmãs, baseado no livro de 2009, A Costureira e o Cangaceiro, de Frances de Pontes Peebles, encanta pelas suas personagens enquanto expõe inúmeras nuances do ambiente que as cercam, especialmente no que diz respeito às relações de poder.
                                                                                     


Nesse romance enraizado no estado de Pernambuco, que segue a vida de duas irmãs, muito conectadas desde pequenas, mas com objetivos de vida completamente diferentes, conhecemos a romântica Emília que sonha se casar com um príncipe encantado e se mudar para a capital e Luzia, que quando criança sofre uma queda eque a deixa com uma deficiência em um dos braços, é pragmática e acredita na liberdade do sertão onde vive. Criadas para serem costureiras, o destino faz com que cada uma siga caminhos completamente diferentes.
Apesar de lutas, conquistas e derrocadas, as duas irmãs separadas pela distância e pelas escolhas, sempre cultivaram uma mesma certeza: sabiam que só podiam contar uma com a outra.
                                                                               

Ao longo da narrativa aprendemos sobre o Brasil, a política regional e a oligarquia brasileira. Acompanhamos não só a vida de duas mulheres fortes e corajosas, mas também os caminhos do país compreendendo a duplicidade das vidas urbana e do sertão com a precisão de detalhes dados de forma interessante sobre o período específico e reconstituição histórica incrível baseada nos trajes de época que marcam a vida das costureiras.

                                                                          


Entre Irmãs, de Breno Silveira (2 Filhos de Francisco, À Beira do Caminho e Gonzaga: De Pai pra Filho) atesta mais uma vez a capacidade do cineasta em conduzir belas histórias do interior do Brasil.
No filme estrelado por Marjorie Estiano (Emília) e Nanda Costa (Luzia), no Brasil da década de 30, duas irmãs são separadas pelo destino e enquanto uma delas passa a viver em meio a alta sociedade da capital, a outra se junta a um grupo de cangaceiros no interior.
Das excelentes atuações das protagonistas e também de Letícia Colin (Lindalva), Júlio Machado (Carcará) e Rômulo Estrela (Degas), e com uma ambientação perfeita da época, o filme aproveita a turbulenta atmosfera política daquele momento e de figuras conhecidas da história do país para traçar um paralelo com inúmeras questões que continuam a ser debatidas (ainda) nos dias de hoje.
O uso de montagem paralela, alternando os núcleos narrativos entre a vida de Emília na capital e Luzia junto ao bando de Carcará no interior funciona de maneira efetiva e concede a trama um bom ritmo.
Sem esse recurso, 2h40 se tornariam cansativos, algo que definitivamente não ocorre, embora tenha funcionado mutitíssimoooooooo melhor na minissérie.
Genuinamente brasileiro, o filme se reconecta com figuras da história e mesmo que a narrativa que se passe na década de 30 do século passado apresenta temas atuais para o país e é assustador que algumas questões ainda estejam em discussão hoje.
A adaptação caminha por segmentos bastante discutidos, como homossexualidade, preconceito, feminismo e machismo.
Temos a impressão de que Emília viverá um conto de fadas enquanto Luzia viverá um pesadelo, mas não acontece assim, Emília se dá conta de que nem todos os sonhos se tornam realidade e ao se casar com Degas, percebe que a vida na capital não é fácil para uma moça vinda do sertão, uma vez que o preconceito e o machismo falam mais altos. Príncipe encantado? Nada disso.
Por outro lado, ainda que a vida de Luzia não seja um conto de fadas, a garota se sente livre lutando pelo sertão que tanto ama e ela que nunca sonhou com o amor conquista um “príncipe” singular.
Embora durante parte da narrativa haja uma carência de conflitos imediatos , o ritmo, os contrastes, os paralelos, as diferenças e particularidades dos personagens e as atuações têm força para manter a cadência, prender a atenção, emocionar e ainda segue conosco muito tempo depois de ter acabado.

2h40 ou 600 páginas podem parecer exagerado, mas acreditem é essencial!
Uma bela história que ganha contornos poéticos, femininos e intimistas com voz narrativa forte e sedutora e personagens complexos nem um pouco estereotipados.
Maravilhoso!


Abraços Literários e até a próxima.


20 comentários:

  1. eu vi a propaganda dessa serie meio por cima mas com esse seu post fiquei super interessada em assistir! trata msm de questoes mt importantes

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Luliiii, feliz ano todo e bem vinda de volta! <3
    Estou super curiosa para assistir! Parece boa demais!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  3. eba!!! post de entre irmãs!!! eu achei a capa do livro com o nome costureira e cangaceiro pavorosa. e me surpreendi que nem só entre irmãs não é o nome original, bem como costureira e cangaceiro não é o nome original. modista é um nome bem francês. feito para agradar os franceses. realmente não sei se esse nome emplacaria no brasil. a capa da edição francesa é linda. eu gosto muito da família ser tradicional em costura. é algo que me encantou na trama. tb acho muito bem editado e alternado. acompanhamos bem os antagonismos dos cangaceiros sem ser cansativo. tem lutas em defesa de oprimidos, violência exagerada. toda a dualidade desse universo. tb gosto da inversão. a que é amada e respeitada é a que vive no cangaço. tb adorei e gostei demais da resenha. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  4. Olá Lulii, bom dia.

    Um Feliz 2018 pra você e a família com muito amor, sabedoria, paz, saúde e alegrias minha querida amiga!!

    Estou interessada em assistir essa série, vi a chamada na tv e vou ficar ligada para não perder um capítulo.

    A capa do livro é linda!!

    Um beijo,

    My Pure Style x My Instagram x My Facebook 

    ResponderExcluir
  5. Quando passou na TV eu não vi não, mas agora vendo tudo que você escreveu fiquei bem curiosa para assistir.

    Bjim...
    ♡Blog
    ♡Instagram


    ResponderExcluir
  6. Olá, amada Luli!
    Estava com saudades, de tomar um ☕ contigo e bater um dedo de prosa nesse cantinho lindo!

    Gosto de tudo que envolve o sertão nordestino.
    O nosso Brasil é lindo e rico em cultura, uma pena que tem tanto sofrimento e os governantes só enganam os mais pobres, sem instruções.
    Essa série deve ser linda e ao mesmo tempo com sofrimentos, mas é uma realidade que muitos enfrentam.
    As capas dos livros são lindas!

    Felicidades sempre!
    Um beijo no seu ♥

    ResponderExcluir
  7. Se se passa no meu estado já vou ver rsrsrs! Moro em Pernambuco mas acho que vou aprender muita coisa ainda sobre o estado. Moro na região metropolitana e todos que já foram para o sertão dizem que tudo lá é diferente, imagino que seja mesmo, a vida nas metrópoles são mais agitadas, e quero ver para conhecer mais do meu próprio estado!
    Beijos <3
    Estante Clássica

    ResponderExcluir
  8. Quando passou na TV assisti e é, de fato, uma super história, enredo encantador, o qual prende nossa atenção, a historicidade muito relevante, enfim, maravilhosa, amei!
    Beijos no coração!

    ResponderExcluir
  9. Oi Luli!
    Lembro que vi ou li alguma coisa sobre essa série,mas não tinha parado pra prestar muito a atenção.
    Os temas que ela aborda são fortes,mas merecem ser discutidos.Imagino que deve ter um contexto histórico muito bem explorado também.
    Talvez eu pegue o livro pra ler antes de me aventurar na série,quem sabe :D
    Beijos!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Quando passou na tv tu acredita que eu perdi?? Agora fiquei curiosa!
    Eu tava com saudades de passar por aqui!
    Beijinhos ❤
    Blog Ale Canofre
    YouTube

    ResponderExcluir
  11. Luli feliz ano novo pra você que em 2018 você venha conquistar muitas coisas. Luli gostei muito da minisérie não sou muito de assistir tv mas fiquei muito interessada, Luli bjs.http://www.lucimarmoreira.com/


    ResponderExcluir
  12. Já ouvi falar muito,vou assistir com certeza ♥

    /ZAFUL PREÇO BAIXO /
    /Instagram /
    /Canal Novo Inscrevam -se

    Beijos e fiquem com Deus ?

    ResponderExcluir
  13. Saudades docê muiéé !

    Feliz ano novooooo !

    Olha, eu nunca pegaria esse livro pra ler... mas quando vi a minissérie... adorei :)

    E até a Nada Consta, que acho que nunca fez constar nada mesmo de tão má atriz que é pra mim, eu achei ótima nesse trabalho.

    Beijo !

    | O Blog Que Não é Blog |

    | O Blog Que Não é Blog - Instagram |

    | Cores das Amigas - Instagram |

    ResponderExcluir
  14. Oi Luli eu vi como filme no cinema e amei de cara sabia que a globo transformaria em série devido a excelente trama apresentada. Achei a Nanda Costa um arraso e acho que o filme poderia ter representado o Oscar pelo Brasil <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  15. Feliz Ano Novo!!!

    Não conhecia, jamais leria o livro, rs, a minissérie talvez eu assistisse sim, pois gosto de histórias de época.

    Beijos/Kisses.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir
  16. Já estava com saudade dos seus posts, Luli. Adoro assistir minisseries, já anotei a dica! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  17. Oi Luli, bt!
    Quando passou na TV eu não fiz questão de ver, mas depois eu vi que perdi uma ótima minissérie. Vou correr atrás do prejuízo kkkk
    Bjssss amiga

    ResponderExcluir
  18. Bom dia, Luli, sua linda!!! rsrsrs.
    Com uma resenha dessas, acaba ficando apetitoso, embora eu seja meio reticente para ler ou assistir temas como este. Acabo sempre comparando com o momento atual e vejo como andamos na contramão de tudo. Muitas vezes, parece até, que estamos parados no tempo... Sua narrativa me lembrou o papo com uma médica que dizia muitas vezes que as pessoas falavam "Tenho vontade de fugir" e ela respondia "Tenho uma novidade pra você: vc vai junto!"... rsrs... quando não estamos bem num lugar, muitas vezes não adianta mudar para outro sem nos encontrarmos primeiro.

    Quanto ao Projeto, fiquei feliz em saber que vc acompanha. O objetivo é fazer as pessoas realizarem mesmo. Então, saiba que é bem-vinda para participar quando quiser ou puder!

    Agora, novidade pra você: adivinha que livro comprei? E vc foi lembrada durante o processo. O Diário de Anne Frank - aquela edição fofa fofoluda fofíssima muito fófis, de capa dura, parecendo mesmo um diário com fechadura!!! E lógis, peguei promoção pq na Saraiva do Shopping estava R$70,00. Consegui comprar na livraria Cultura on line por R$38,00, embora já tenha abaixado mais um pouco... Agora só preciso ler, ler e ler pq estou tão sem tempo... mas, já tenho o livro \o/~\o/~\o/

    Abraços esmagadores e um ano mara, com muitas leituras e sugestões para as loucas de plantão (como eu!!!).

    ResponderExcluir