Queremos convidar você a fazer uma viagem, uma viagem mágica, por diversos países, culturas, hábitos, épocas, onde sua imaginação quiser e você se permitir...

Viajar pelas páginas de nossos livros, por vários gêneros, escritores anônimos e ilustradores e também os ilustres escritores: romances, aventuras, comédias, mistérios, épicos, auto-ajuda, poéticos, didáticos... toda leitura faz o ser humano conhecer, abranger, crescer...

Neste blog vamos divulgar, sugerir, incentivar, um espaço para interagir com você, que vai ser nosso seguidor ou dar apenas uma espiadinha, mas será sempre bem-vindo, como aquele amigo que senta para tomar um café e conversarmos sobre aquelas páginas de um livro que mais nos marcou, ou aquele que estamos lendo no momento, então fica aqui nosso convite, entre no nosso blog, tome um café, enquanto passeia pelos nossas postagens, interaja conosco sempre, estamos aqui na rede aguardando a sua chegada.


Abraços literários.


Aparecida




Vamos trocar idéias, opiniões, interagir?

Tem algum comentário ou sugestão para fazer?

Escreva para nós no e-mail: cafecomleituranarede@gmail.com


Loja Virtual

A loja virtual "Café com leitura na rede" está a todo vapor, e convidamos você a visitar nossa loja, lá lhe aguardam ótimos preços, opções para todos os gostos e um atendimento muito, muito especial e amigo.

Acesse agora mesmo:


Abraços


Equipe Café com Leitura na Rede.



segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Nove regras a ignorar antes de se apaixonar-

                                                                                      


Sinopse: A sonhadora Calpúrnia Hartwell sempre fez tudo que se espera de uma dama. Ainda assim, dez anos depois de ser apresentada à sociedade, ela continua solteira e assistindo sentada as jovens se divertirem nos bailes.
Callie trocaria qualquer coisa por uma vida de prazeres. E por que não se arriscar? Sem nada a perder, a moça resolve listar as nove regras sociais que mais deseja quebrar, como beijar alguém apaixonadamente, fumar charuto, beber uísque, jogar em um clube para cavalheiros e dançar todas as músicas de um baile.
E depois começa a quebrá-las de fato. Mas desafiar as convenções pode ser muito mais interessante em boa companhia, principalmente se for uma que saiba tudo sobre quebrar regras. E quem melhor que Gabriel St. John, o marquês de Ralston, para acompanhá-la? Afinal, além de devastadoramente lindo, ele é um dos mais notórios libertinos de Londres. Contudo, passar tanto tempo na companhia dele pode ser perigoso. Callie, se não tiver cuidado, pode acabar quebrando a regra mais importante de todas – a que diz que aqueles que buscam o prazer não devem se apaixonar

A autora cria personagens adoravelmente irreverentes e nos presenteia com protagonistas de personalidade que não se deixam rotular pela sociedade.
Isso em uma Inglaterra no século XIX onde o “perfeito” era um único padrão de beleza e as mulheres sofriam graves consequências se não fossem recatadas ou não tivessem um comportamento “adequado”.
Aqui a obra gira em torno de Lady Calpúrnia e de sua lista de nove regras a ignorar.
Como filha mais velha de um conde ela foi criada para ser exemplo de boa conduta e para encontrar um bom marido. Porém ser uma mulher educada e respeitável não a ajudaram a alcançar seus objetivos.
Sob o título de a filha feia, inúmeros bailes sem dançar, e pedidos de casamento interessados apenas em seu dote, ela é considerada uma solteirona.
Então Callie resolve fazer tudo o que sempre sonhou e para isso lista nove itens que almeja cumprir corrompendo assim sua honra imaculada.
E nessa aventura, nada convencional, que a coloca em várias enrascadas, vai contar com a ajuda do maior libertino de Londres: Gabriel, o marquês de Ralston que depois de um acordo improvisado a ajudará acabar com sua reputação de boa moça enquanto ela o ajudará a inserir sua meia-irmã na sociedade.
O único problema é que durante esse acordo eles vão perder algo que não esperavam: seus corações.
Temos aqui uma protagonista que de tanto ouvir que era feia passou a acreditar nisso e que com sua permissão muitas vezes se viu diminuída perante outras pessoas.
Porém quando lista as nove coisas que sonha fazer, algo dentro dela muda, em sua luta silenciosa e interior decide buscar um outro destino e encontrar a tal da felicidade.
Uma história de força, determinação, beleza que foge dos padrões pré estabelecidos e crescimento pessoal.
Uma jovem que desenvolve a autoestima e luta pelo direito de ser feliz.
Um ponto positivo é a construção do romance, nada de romance instantâneio aqui, a evolução é trabalhada a cada item cumprido de sua lista sendo assim ela se torna mais e mais interessante aos próprios olhos e aos de Gabriel.
A leitura é leve e divertida.
O final é previsível o que não tira os méritos da obra.

Recomendado se você gosta de romances de época com uma narrativa divertida e descompromissada ou não quer se envolver numa leitura complexa que desafia seus neurônios a cada página virada.

Abraços Literários e até a próxima.



Um comentário:

  1. Esse post tbm está com data antiga mas só apareceu agora para mim...

    Parece ser uma leitura mt boa, me lembrou Downton Abbey, vc assistiu? Já adicionei a minha listinha que só cresce, rs.

    Beijos.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir