Queremos convidar você a fazer uma viagem, uma viagem mágica, por diversos países, culturas, hábitos, épocas, onde sua imaginação quiser e você se permitir...

Viajar pelas páginas de nossos livros, por vários gêneros, escritores anônimos e ilustradores e também os ilustres escritores: romances, aventuras, comédias, mistérios, épicos, auto-ajuda, poéticos, didáticos... toda leitura faz o ser humano conhecer, abranger, crescer...

Neste blog vamos divulgar, sugerir, incentivar, um espaço para interagir com você, que vai ser nosso seguidor ou dar apenas uma espiadinha, mas será sempre bem-vindo, como aquele amigo que senta para tomar um café e conversarmos sobre aquelas páginas de um livro que mais nos marcou, ou aquele que estamos lendo no momento, então fica aqui nosso convite, entre no nosso blog, tome um café, enquanto passeia pelos nossas postagens, interaja conosco sempre, estamos aqui na rede aguardando a sua chegada.


Abraços literários.


Aparecida




Vamos trocar idéias, opiniões, interagir?

Tem algum comentário ou sugestão para fazer?

Escreva para nós no e-mail: cafecomleituranarede@gmail.com


Loja Virtual

A loja virtual "Café com leitura na rede" está a todo vapor, e convidamos você a visitar nossa loja, lá lhe aguardam ótimos preços, opções para todos os gostos e um atendimento muito, muito especial e amigo.

Acesse agora mesmo:


Abraços


Equipe Café com Leitura na Rede.



sábado, 21 de abril de 2018

Jogador nº 1- Livro e filme


                                                                             
  


Sinopse - Cinco estranhos e uma coisa em comum: uma caça ao tesouro.
Achar as pistas nesta guerra definirá o destino da humanidade. Em um futuro não muito distante, as pessoas abriram mão da vida real para viver em uma plataforma virtual chamada Oasis. Neste mundo distópico, pistas são deixadas pelo criador do programa e quem achá-las herdará uma fortuna. Como a maior parte da humanidade, o jovem Wade Watts escapa de sua miséria em Oasis. Mas ter achado a primeira pista para o tesouro deixou sua vida bastante complicada. De repente, o mundo inteiro acompanha seus passos, e outros competidores se juntam à caçada. Só ele sabe onde encontrar as outras pistas: filmes, séries e músicas de uma época que o mundo era um bom lugar para viver. Para Wade, o que resta é vencer – pois esta é a única chance de sobrevivência.

A história se passa em 2044, e como na maioria dos filmes futuristas, a Terra entrou em colapso com guerras, recursos naturais esgotados, cidades destruídas, grande parte da população com fome e medo num cenário onde reina o caos.
Wade Owen Watts é um jovem órfão de 18 anos que vive em um dos parques de trailers espalhados pela cidade, num cenário desolador onde crimes são cometidos sem punição aos infratores.
Contudo, existe o Oasis, plataforma de jogo online que simula um mundo diferente.
Idealizado por James Halliday, esse universo paralelo proporciona aos seus jogadores uma vida virtual em um mundo onde todos trabalham, estudam e é possível ir onde desejar, inclusive outros planetas longe da destruição da Terra.
E isso era suficiente para que Wade escapasse da sua cruel realidade, até a morte de Halliday e o lançamento de um desafio para todos os jogadores do Oasis: encontrar três chaves, atravessar três portais, pegar o ovo dourado e ser o herdeiro da fortuna deixada por ele.
Milhões de “caça-ovos” partem numa busca desenfreada e nosso protagonista, que vive a maior parte do seu tempo buscando informações para solucionar enigmas que possam levá-lo ao prêmio final.

                                                                                
                                                                              
Os demais personagens são bem construídos, e aos poucos Art3mis, Aech Daito e Shoto ganham importância na narrativa.
E como nem só de mocinhos vive a história, temos também o vilão Sorrento, um homem sem escrúpulos capaz de qualquer coisa para alcançar seu objetivo.

E em meio a referências ao Dungeons & Dragons, John Hughes, Ultraman, Atari, Rush, e tudo o mais (o livro é repleto de referências a jogos, filmes, HQ, músicas e cultura da década de 80) que fez da década de 80 uma queridinha – Wade se dá conta que será preciso mais que vontade para se tornar o jogador nº 1.
Jogador Nº 1 é um livro que mescla os gêneros distópico, fantasia e sci-fi.
A leitura é rápida e fluída, e a escrita audaciosa do autor é viciante.
Geeks, nerds, gamers e apaixonados pelos anos 80, esse livro é para vocês!

                                                                               
                                                                           


Estreou no dia 30/03, a adaptação de Steven Spielberg baseada no livro de Ernest Cline, que inclusive faz menções a ele em sua obra. 
O diretor evitou a autorreferência, mas reverencia o cinema na figura do diretor Stanley Kubrick, com cenários do Hotel Overlook, de O Iluminado, referências ao Clube dos Cinco e Curtindo a Vida Adoidado, de John Hughes, bem como uma menção a Robert Zemeckis, de De Volta Para o Futuro, tendo o seu sobrenome vinculado a um cubo, que tem como função uma volta no tempo, que auxilia Wade (tye Sheridan) num difícil momento de sua jornada.
Familiarizado a esse tipo de narrativa, Spielberg faz da nostalgia a sua aliada e exibe uma sutil crítica aos viciados por games cuja percepção dos personagens sobre viver uma existência virtual e se desconectarem da realidade é parte do processo reflexivo do longa.

Abraços Literários e até a próxima.



20 comentários:

  1. O livro é tão divertido que achava que fosse impossível o filme ser ruim. E olha, não gostei nada da adaptação do Spielberg. Parece que o filme se preocupa apenas em colocar referências e esquece de desenvolver a história de um jeito criativo. Os personagens são muito rasos e os diálogos pouco inspirados. O excesso de ação chegou a me irritar. Foi uma oportunidade perdida.

    ResponderExcluir
  2. Oi Luli,
    Vi alguns comentários da Pam Gonçalves que me desanimaram, porque não faz meu estilo, eu não sou uma pessoa futurista ou jogadora compulsiva HAHAHAHAH
    Mas assistiria o filme para ver como é!
    Beijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ainda pretendo conferir o filme.

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Luli o livro é muito eletrizante, adoro essas aventuras de caça ao tesouro, ótima a sua indicação, tenha um ótimo final de semana bjs.

    ResponderExcluir
  5. Oi Luli, eu vi o filme e adorei tem tanta referência que eu preciso ver de novo pra conseguir pegar todas rsrsrs ou ler o livro que parece bom tb!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Oi, Luli!

    Eu era bem peralta, sabe?! Ouvi muito o "chinelo cantar"! hahaha! Mesmo assim, sinto falta daquela época. Era maravilhosa! ;)

    Outra história que me deixou curiosa! Amo as temáticas abordadas, principalmente a "geeks". Só fiquei na dúvida de uma coisa: se leio ou assisto! hahaha! Ou se leio e assisto (ou vice-versa).

    Ótimo domingo!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  7. Bom dia 🌺 do dia!☀☕🍞

    Pela resenha o livro e o filme são interessantes.
    Não sou muito fã de ficção científica e ação, às vezes um pouco de adrenalina faz bem ao ego, rsrs.

    Beijinhos no seu ♥ excelente semana!
    Andréa

    ResponderExcluir
  8. Luli, não conhecia não! E apesar de não ser fã do "gênero" futurista, até que fiquei curiosa!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  9. Oi Luli! Eu tenho ouvido falar bastante do filme e não fazia ideia de que também tinha um livro. Adorei saber que eles fazem referência a cultura da década de 80, sou completamente apaixonada por tudo dessa década icônica. Tenha um ótimo dia, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    www.paisagemdejanela.com

    ResponderExcluir
  10. Luliii ! Desculpe o sumisso... tô voltando ! (Acho kkkk).

    Sobre o livro/filme: Já quero ! Sim, sou geek dos anos 80 kkkk.

    Beijooo !

    | Afonso Padilha . Detalhadamente - Instagram |

    | O Blog Que Não é Blog - Instagram |

    | Uni Colorato - Instagram |

    | O Blog Que Não é Blog |

    ResponderExcluir
  11. Olá Luli, tudo bem?

    Não conhecia o livro e filme, mas fiquei bastante curiosa em assistir ao filme. :D

    Um beijo,

    My Pure Style x My Instagram x My Facebook 

    ResponderExcluir
  12. Parece bem interessante essa história.
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  13. De livros assim, não entendo nada. Nem tento.
    O filme de Spielberg acho que ouvi falar, de longe.

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia e achei bem interessante. Quero ler, mas o filme eu prefiro nem ver pq é um tipo de história que acho melhor nos livros.

    Beijos/Kisses.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir
  15. Ainda não li o livro nem assisti ao filme mas fiquei bem curiosa agora ao ler sua resenha, muuito top :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Você disse referências a década de 80? Já amei haha, parece um livro bem dinâmico e gostoso de ser ler Luly, gostei da indicação e quero ver o filme :D

    bjs

    Ariadne ♥
    www.devoltaaoretro.com.br

    ResponderExcluir
  17. Sou apaixonada por coisa escritas inspiradas na década de 80, já havia ouvido falar do livro mas não sabia do que se tratava, e gostei bastante da premissa!

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  18. amei a resenha e já fiquei louca pra ver o filme e ler o livro!!! <3

    xoxo
    Guria do Século Passado

    ResponderExcluir
  19. Oi Luli!
    Meu amigo disse que esse livro é minha cara kkkkkkkk
    Apesar de não ter vivido os anos 80,acabei vivendo muito dessa cultura,com os desenhos,músicas,livros e principalmente games kkkkkkkkkkk
    Quero ler antes de ver o filme.Essa pegada distopia com fantasia e ficção científica me assusta um pouco,mas acho que tem tudo pra ter dado uma ótima história!
    Beijos!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir