Queremos convidar você a fazer uma viagem, uma viagem mágica, por diversos países, culturas, hábitos, épocas, onde sua imaginação quiser e você se permitir...

Viajar pelas páginas de nossos livros, por vários gêneros, escritores anônimos e ilustradores e também os ilustres escritores: romances, aventuras, comédias, mistérios, épicos, auto-ajuda, poéticos, didáticos... toda leitura faz o ser humano conhecer, abranger, crescer...

Neste blog vamos divulgar, sugerir, incentivar, um espaço para interagir com você, que vai ser nosso seguidor ou dar apenas uma espiadinha, mas será sempre bem-vindo, como aquele amigo que senta para tomar um café e conversarmos sobre aquelas páginas de um livro que mais nos marcou, ou aquele que estamos lendo no momento, então fica aqui nosso convite, entre no nosso blog, tome um café, enquanto passeia pelos nossas postagens, interaja conosco sempre, estamos aqui na rede aguardando a sua chegada.


Abraços literários.


Aparecida




Vamos trocar idéias, opiniões, interagir?

Tem algum comentário ou sugestão para fazer?

Escreva para nós no e-mail: cafecomleituranarede@gmail.com


Loja Virtual

A loja virtual "Café com leitura na rede" está a todo vapor, e convidamos você a visitar nossa loja, lá lhe aguardam ótimos preços, opções para todos os gostos e um atendimento muito, muito especial e amigo.

Acesse agora mesmo:


Abraços


Equipe Café com Leitura na Rede.



domingo, 24 de setembro de 2017

Neve na Primavera-

                                                                              

Sinopse- Seattle, 1933, Vera Ray dá um beijo no pequeno Daniel e, mesmo contrariada, sai para trabalhar. Ela odeia o turno da noite, mas o emprego de camareira no hotel garante o sustento de seu filho. Na manhã seguinte uma nevasca desaba sobre a cidade.
Vera se apressa para chegar em casa antes de Daniel acordar, mas encontra vazia a cama do menino. O ursinho de pelúcia está jogado na rua, esquecido sobre a neve.
Na Seattle dos dias atuais, a repórter Claire Aldridge é despertada por uma tempestade de neve fora de época. Designada para escrever sobre esse fenômeno, que acontece pela segunda vez em setenta anos ela se interessa pelo caso do desaparecimento de Daniel Ray, que permanece sem solução, e promete a si mesma chegar à verdade. Assim descobrirá, também, que está mais próxima de Vera do que imaginava.

Da autora li Violetas de Março, que vocês conferem aqui e como é característica de sua escrita a história se passa em dois tempos distintos, além de narrar um episódio incomum.
Aqui temos a história de duas mulheres que vivem em duas épocas diferentes, Vera em 1933 e Claire nos dias atuais.
Algo de extraordinário aconteceu duas vezes em Seattle em um espaço de tempo de 80 anos: uma grande nevasca atingiu a cidade no mês de maio, bem na primavera do hemisfério norte; algo raro.
Vera é mãe de Daniel, um garotinho de três anos, que precisa deixar o filho sozinho em casa durante a noite para trabalhar como camareira no hotel mais elegante da cidade. Em um dia ela termina seu turno e se prepara para voltar para casa de manhãzinha quando descobre que houve uma nevasca na cidade, em plena primavera.
Preocupada que ele tenha passado frio durante a noite ela fica ansiosa para chegar em casa antes que seu filhinho acorde. Após uma árdua caminhada chega em casa e se depara com a cama vazia. Sua busca desesperada pelo filho só termina quando Claire desvenda o mistério.
Claire trabalha no jornal Seattle Herald e passou por uma experiência traumática a pouco tempo. Aparentemente seu casamento anda mal porque ela e seu marido não souberam como lidar com a situação. Desanimada com as matérias em que trabalha, se depara com a história de Daniel e algo reacende dentro dela que decide só parar de investigar quando descobrisse toda a verdade.
Parece um clichê, alguém sem motivação porque sofreu uma perda que de repente se interessa por uma história e tudo termina bem, mas a autora soube conduzir a trama de maneira diferenciada e os capítulos intercalados entre o ponto de vista de Vera e de Claire ajudam a deixar a trama ainda mais instigante.
A cada capítulo conhecemos mais sobre a vida de ambas e ao mesmo tempo em que nos preocupamos em saber como a história de Vera termina, procuramos entender como tudo chegou aquele ponto e queremos ver se Claire consegue resolver a própria vida.
É uma história sobre perdas com uma pegada de mistério e escrita num tom sensível de humanidade que causa empatia.
O desenrolar da narrativa é previsível, mas apesar de não ser um livro perfeito emociona e cumpre seu papel de entreter.

Abraços Literários e até a próxima.




18 comentários:

  1. Luli o livro tem uma história muito comovente, que prende o leitor até o fim. A capa é maravilhosa, fiquei bastante curiosa pra saber o que aconteceu com o Daniel, Luli bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderExcluir
  2. Luli, apesar de não ser um tema que me atraia, fiquei intrigada!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  3. Oi, Luli!

    Então acho que vou assistir primeiro! hehehe! Obrigada pela resposta! ;)

    Ando apaixonada pelos produtos da Kiss. Tudo que já testei até hoje foi muito bom!

    No começo achei mesmo clichê. Mas fiquei curiosa com essa maneira diferenciada de conduzir a trama! Apesar disso, confesso que não foi uma história que me despertou um super interesse. Porém, não dispensaria de ler!

    Ótima segunda!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  4. 80 anos separam uma nevasca da outra.
    80 anos separa o desaparecimento do Daniel.
    É isso?
    Então elas não se conheceram?

    ResponderExcluir
  5. Assistiu "Manchester a beira mar"?
    Veja.
    Lindo demais.
    Casey Affleck carrega o filme, praticamente sozinho.

    ResponderExcluir
  6. Eu só fico meio assim com esse tipo de historia pq tem criança no meio... sempre me coloco no lugar da mãe ou do pai e não gosto nada da sensação que isso me dá hehe.

    Mas a verdade é que fiquei super curiosa sobre esse livro :)

    Beijo sua linda !!

    | O Blog Que Não é Blog |

    | Julinha e os Vídeos - Canal do Youtube |

    ResponderExcluir
  7. Confesso que não curto muito livros assim.
    Big Beijos,
    LULU ON THE SKY

    ResponderExcluir
  8. Já tinha visto esse livro, mas não sabia do que se tratava e fiquei super curiosa pra lê-lo, vai pra minha lista que só aumenta, rsrs.

    Beijos.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir
  9. Oi Luli, acho que essa questão de emocionar às vezes é mais importante do que não ser previsível. Nunca li nada da autora, mas fiquei curiosa.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  10. Ótima dica! O contexto da história me lembrou um pouco (bem longe) uma obre de Stephen King, já que tem um fenômeno da natureza misterioso e a maneira como as pessoas lidam com isso. Tenha um dia abençoado, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    paisagemdejanela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Luli, bt!
    Menina do céu, agora vc me deixou super curiosa com o livro e eu estou totalmente sem tempo. Ah, não quero nem saber, tenho que arranjar um tempinho p/saber desse mistério.
    Bjssss amiga

    ResponderExcluir
  12. Eu adoro a Sarah Jio, achei uma pena saber que o final é previsível. Menina... infelizmente tenho esse livro aqui em casa e ainda nao consegui ler. kkkk Aii ai! Quero conferir, porque gosto muito da autora.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  13. Oi Luli, como sempre mais uma resenha impecável, não é? Gosto de histórias intensas como essa, já entrou para minha lista! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  14. Olá Luli,
    Como está?

    Creio que vou gostar desta leitura amiga, gosto de livros sensíveis ou melhor com um draminha pra gente chorar um pouco..

    Um beijo,

    My Pure Style x My Instagram x My Facebook 

    ResponderExcluir
  15. Hello, minha querida!
    A capa é linda e a resenha bem interessante um tipo de livro que prende a gente, amei!

    Um grande beijo no seu lindo ♥
    Andréa

    ResponderExcluir
  16. Oi Luli!
    Já não é a primeira vez que vejo recomendações de livros da Sarah Jio.Parece que ela tem uma leveza,uma sensibilidade,que acaba mexendo mesmo com os leitores,prendendo a nossa atenção de uma forma muito bonita.
    Só de ler a sinopse já dá pra ter uma ideia do que vem por aí!
    Beijos!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Só o título desse livro já me atraiu, quero ele para um projetinho do ano que vem. Sua resenha tá um espetáculo como sempre, bjocas e bom domingo.

    ResponderExcluir